PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Carros dos atletas do Fla são chutados em protesto; Arrascaeta é poupado

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

08/04/2022 10h10

Às vésperas da estreia no Campeonato Brasileiro, o CT do Flamengo amanheceu sob protestos. A ação acontece em meio à crise no departamento de futebol e após uma reunião entre jogadores e integrantes de torcidas organizadas, marcada para ontem (7), ter sido cancelada.

Os rubro-negros levaram faixas com dizeres como "time pipoqueiro", "diretoria omissa" e até mesmo "Se damos a vida exigimos que vocês deem o sangue". Na chegada dos jogadores e membros da comissão ao local, os torcedores fizeram fortes cobranças, chegando a chutar os carros dos atletas na entrada do CT

Houve ainda gritos contra Marcos Braz, vice-presidente de Futebol, que se vê alvo de questionamentos também entre conselheiros do clube.

O meia Arrascaeta foi um dos poucos poupados e, ao passar pelo grupo que protestava, foi aplaudido. O zagueiro David Luiz dividiu opiniões, enquanto nomes como Gabigol e Thiago Maia ouviram reivindicações.

A turbulência no Rubro-Negro se agravou após a derrota na final do Campeonato Carioca, para o Fluminense, no último sábado, e nem mesmo a vitória na estreia na Libertadores, contra o Sporting Cristal, foi capaz de amenizar. A equipe do técnico Paulo Sousa entra em campo amanhã (9), contra o Atlético-GO, no Antônio Accioly.

Após as atividades desta manhã, o goleiro Santos e o lateral-esquerdo Ayrton Lucas, reforços recém-anunciados, serão apresentados.

Veja vídeos do protesto dos torcedores do Flamengo:

Flamengo