PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

100 vezes Abel: português entra para grupo seleto e é 5º melhor; veja lista

Abel Ferreira em jogo diante da Ferroviaria - Cesar Greco/Palmeiras
Abel Ferreira em jogo diante da Ferroviaria Imagem: Cesar Greco/Palmeiras

Eder Traskini

Do UOL, em Santos (SP)

17/02/2022 04h00

Atingir a marca de 100 jogos por um clube em um mesmo trabalho em terras brasileiras não é tarefa simples. O feito de Abel Ferreira ontem (16), na vitória do Palmeiras por 2 a 0 sobre a Ferroviária, o colocou em um seleto grupo que possui apenas 12 profissionais nos últimos dez anos no futebol brasileiro.

Desde 2012, somente 12 técnicos iniciaram um trabalho e atingiram a marca de 100 jogos pelo clube sem intervalos. Alguns profissionais até atingiram tal marca, mas somando diversas passagens ou intervalos entre os trabalhos — período em que o time foi dirigido por outro técnico.

  • Veja as notícias do futebol no UOL News Esporte com Domitila Becker com comentários de Renato Mauricio Prado e Milly Lacombe:

O levantamento não levou em consideração trabalhos que começaram antes de 2012 e seguiram até anos posteriores por um critério histórico: o mercado de treinadores vem ficando cada vez mais agressivo no Brasil.

Nesse ínterim, Abel Ferreira fica em quinto lugar em matéria de aproveitamento entre esses 12 treinadores, com 61% (55 vitórias, 18 empates, 27 derrotas). Mais do que esse dado, obviamente que o Palmeiras prefere apontar para coleção de troféus iniciada pelo "mister": duas Libertadores e uma Copa do Brasil.

Além do português, somente um deles ainda está em atividade em seu atual trabalho: Maurício Barbieri, que vai fazendo seu nome à frente do Red Bull Bragantino.

Antes de apresentarmos os integrantes desse "clube dos 100" da última década, vale só um lembrete de que a comissão técnica de Abel já soma 112 jogos na condução do Palmeiras, mas o treinador ficou fora de algumas partidas em meio ao calendário caótico e, por isso, completou o 100º jogo ontem.

Veja quais treinadores ultrapassaram a marca de 100 jogos nos últimos dez anos,:

Marcelo Oliveira (Cruzeiro): 2013-15

168 jogos, 105 vitórias, 32 empates e 31 derrotas (68,84%)

Dorival Jr (Santos): 2015-17

128 jogos, 74 vitórias, 26 empates e 28 derrotas (64,58%)

Renato Gaúcho (Grêmio): 2016-21

308 jogos, 161 vitórias, 82 empates e 65 derrotas (61,14%)

Carille (Corinthians): 2016-18

114 jogos, 59 vitórias, 32 empates e 23 derrotas (61,11%)

Abel Ferreira (Palmeiras): 2020-presente

100 jogos, 55 vitórias, 18 empates, 27 derrotas (61%)

Odair Hellmann (Internacional): 2017-19

116 jogos, 61 vitórias, 27 empates e 28 derrotas (60,34%)

Muricy Ramalho (São Paulo): 2013-15

109 jogos, 58 vitórias, 22 empates e 29 derrotas (59,93%)

Tiago Nunes (Athletico-PR): 2018-19

102 jogos, 53 vitórias, 24 empates e 25 derrotas (59,8%)

Oswaldo de Oliveira (Botafogo): 2012-13

133 jogos, 64 vitórias, 38 empates e 31 derrotas (57,64%)

Mano Menezes (Cruzeiro): 2016-19

219 jogos, 104 vitórias, 63 empates e 52 derrotas (57%)

Maurício Barbieri (Red Bull): 2020-presente

107 jogos, 46 vitórias, 33 empates e 28 derrotas (53,27%)

Abel Braga (Fluminense): 2017-18

109 jogos, 43 vitórias, 29 empates e 37 derrotas (48,3%)

Palmeiras