PUBLICIDADE
Topo

Sylvinho vê Corinthians 'melhor do que o esperado' na estreia do Paulistão

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

26/01/2022 00h28

Classificação e Jogos

O Corinthians não venceu na estreia do Campeonato Paulista e, mesmo na Neo Química Arena, ficou no empate sem gols com a Ferroviária. Apesar do tropeço, o técnico Sylvinho viu um rendimento melhor do que o esperado para o primeiro desafio da temporada, fez questão de elogiar a parte física de seu elenco e colocou o resultado na conta do goleiro Saulo.

"Merecíamos ganhar, mas não ganhamos. Tivemos um rendimento melhor do que esperávamos. A pretensão é continuar crescendo, o time lutou, correu e se esforçou. Temos a ambição de crescer e melhorar. O Campeonato Paulista é difícil, mas é muito bonito. Já tive por três vezes essa experiência e eles estão com muito desejo. O clube projeta demais e sabemos das nossas responsabilidades, queremos ganhar os jogos para seguir com o nosso caminho", afirmou Sylvinho em entrevista coletiva.

A comissão técnica teve apenas duas semanas de pré-temporada antes da estreia no Campeonato Paulista e, por isso, a projeção para esta partida não era tão alta como em outros compromissos do Corinthians. Embora o resultado não tenha sido o ideal, a sensação passada por Sylvinho foi de que o rendimento agradou, sobretudo no segundo tempo com a entrada do volante Paulinho na equipe.

"A pré-temporada é curta, mas é curta para todos. Criamos possibilidades e números, foram 23 finalizações. O Saulo fez uma grande partida e evitou nossa vitória. O físico nos surpreendeu positivamente. O resultado não gostamos, mas se não ganhamos não foi pela questão física. Tivemos uma construção, quero acrescentar o mérito ao Saulo. Bom goleiro", concluiu.

O elenco do Alvinegro tem semana praticamente cheia antes do primeiro desafio na temporada. No domingo (30), o Corinthians mede forças com o Santo André, no ABC Paulista, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. A tendência é de que a comissão técnica tenha o centroavante Jô e o zagueiro Robson Bambu à disposição para a partida do fim de semana. A dupla desfalcou o elenco por não ter feito o período mínimo da pré-temporada.

Veja outros trechos da coletiva de imprensa do técnico Sylvinho:

Sobre a estreia do volante Paulinho


"O Paulinho é um atleta que já tinha comentado e desmistificamos a história dele jogar como primeiro volante. É um jogador que tem gol, tive a oportunidade de trabalhar com ele na Seleção Brasileira, é um multicampeão no Corinthians. É o que imaginávamos, atleta de boa sustentação e com entrada na área do adversário. Quanto à situação dele, o Paulinho vem de um período de inatividade grande, mas é um atleta que se cuida bem, tem boa genética. Vamos utilizá-lo o máximo possível. Não gosto de cravar jogadores como titulares, todos vão jogar, óbvio que uns mais e outros menos. Lembro que estamos em pré-temporada e necessitamos de mais período de treinamentos".

Sobre as alternativas táticas do Corinthians sem um centroavante de ofício

"Temos muitos atacantes, ficou claro que temos o Jô com essa característica. Os demais são jogadores que ocupam o lado do campo, estamos buscando alternativas, vamos buscar outras. Nunca vamos fazer algo que fuja da característica do atleta. O nosso julgamento não é de 45 minutos ou de 90 minutos. As variações táticas vão surgindo dentro das características dos atletas".

Sobre as situações de Lucas Piton e Gustavo Mantuan

"O Mantuan, quando chegamos em maio, estava em transição por conta de uma cirurgia. Chamou a atenção porque tem boas qualidades técnicas e físicas e entendíamos que o começo desse ano seria importante para ele, assim como outras oportunidades que ele terá. O Piton é parecido, mas não vinha de um processo de lesão, jogador com boa capacidade técnica e jovem. Vai continuar tendo oportunidades para mostrar o seu potencial. São dois jovens e contamos com eles".

Ainda sobre Paulinho

"Não sei de onde surgiu o Paulinho como primeiro volante. O Renato Augusto sim, mas o Paulinho tem a pisada na área, é a característica dele. Ele vai subir seu número de gols porque é uma característica marcante. Perdê-lo em uma situação atrasada no campo não é uma situação. Foram muitas ocasiões de gol que ele teve, mas infelizmente não resultou".

Sobre o plano tático da partida

"Os adversários vão diminuindo as possibilidades de construção nossa, o desafio é dar mobilidade ao time, mais gols, cruzamentos e finalizações. Do outro lado tem um adversário. Não esqueçamos nunca que sempre contamos com a qualidade do atleta em lances individuais. Temos anunciado que vamos buscar dar alguns passos para melhorar essa saída nossa. O time continuou crescendo e temos alternativas em decorrência daquilo que a partida te apresenta".

Sobre a presença de Du Queiroz como primeiro volante

"Perdemos o Cantillo, faz parte, ficamos felizes de estar servindo a seleção colombiana. É um atleta com uma qualidade de passe muito boa. O Du Queiroz tem uma boa saída de bola, entendemos que em alguns momentos não podemos abrir mão de um atleta de sustentação. São possibilidades que temos com Cantillo, Du e Gabriel. Dependendo daquilo que encontremos em calendário, cada um deles pode jogar".

O melhor 9 do Corinthians é não ter um 9?

"Vamos colocar ordem na situação (risos). O Mantuan é um atacante, mas não é um atacante de referência. Se analisarmos, é um atacante de mobilidade e movimentação. O Roger Guedes quando ocupou também não foi uma referência. Ele tem uma boa definição, sabe fazer gol, mas não é uma referência. É simples: quando não temos um atleta de referência, vamos buscar alternativas. O Paulinho também entrou na área por uma característica dele. No fundo, o importante é ocupar a posição. Temos atacantes que sabem fazer gol e isso pode nos dar bons resultados em um futuro próximo".

Sobre a parte física do volante Paulinho

"Conversei com o Paulinho, ele começou a treinar bem, ele perdeu um pouco a performance por conta da carga de treino, ele descansou e voltou bem. Temos que tomar cuidado. Ele pouco a pouco vai tomando sua forma, não sei as condições dele começar o próximo jogo. A saúde do atleta e performance dele nos ajuda. O importante é o atleta estar saudável. Vamos em busca do melhor Paulinho para o nosso time".

Sobre a formação do meio campo

"Gostei do meio campo, fizemos com uma certa intenção. Entendi que poderíamos abrir mão do primeiro volante com mais vigor para termos mais qualidade no meio de campo. Possivelmente, durante os jogos podemos ter isso. As coisas vão ocorrer de uma maneira natural. Vamos cuidar para que seja de uma forma natural".

Sobre formação tática com falso 9

"É uma alternativa, o jogo vai mostrar e vamos utilizar em um momento oportuno. Tudo vai depender dos jogos, temos alternativas boas e é bom estar passando dentro das características dos atletas. Repito: não vejo o Paulinho como primeiro volante. Acreditamos que vamos continuar encontrando as respostas".