PUBLICIDADE
Topo

Futebol

América-MG bate Botafogo por 1 a 0 e está na semifinal da Copinha

América-MG e Botafogo disputaram vaga na semifinal da Copa São Paulo de Futebol  - Fabio de Paula / BFR
América-MG e Botafogo disputaram vaga na semifinal da Copa São Paulo de Futebol Imagem: Fabio de Paula / BFR

18/01/2022 20h56Atualizada em 19/01/2022 00h36

Classificação e Jogos

O América-MG está nas semifinais da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O clube mineiro bateu o Botafogo, por 1 a 0, com gol marcado por Adyson, no Estádio Zezinho Magalhães. O adversário da equipe mineira será o Santos.

O jogo foi disputado e o Botafogo teve domínio na maior parte do tempo. Numa falha defensiva, o Coelho abriu o placar ainda no primeiro tempo e apostou na solidez defensiva para manter o resultado e alcançar a classificação. O clube mineiro busca chegar na final para conquistar o título do torneio pela segunda vez --foi campeão no ano de 1996.

Botafogo melhor, mas Coelho na frente

A partida começou disputada, mas sem grandes chances criadas. A primeira boa chegada ofensiva foi do América-MG. O atacante Renato Marques recebeu a bola em profundidade, invadiu e a área e finalizou obrigando o goleiro Lucas Barreto a fazer boa defesa.

O Botafogo finalizou algumas vezes na meta americana, mas sem muito perigo. Apesar da boa chance criada pela equipe mineira, o Botafogo controlava mais o jogo e ocupava o campo ofensivo e era melhor na partida. Jefinho, Kawan e Gabriel Tigrão finalizaram com perigo para os cariocas, mas sem sucesso.

O Glorioso dominava a partida quando Liberato, volante alvinegro, errou na saída de jogo. Adyson roubou a bola na intermediária ofensiva, avançou na área e finalizou cruzado batendo o goleiro botafoguense e abrindo o placar.

Ataque X Defesa

No começo do segundo tempo, o Botafogo seguiu ocupando mais o campo ofensivo. Maranhão, por duas vezes, obrigou o goleiro americano Cássio a fazer duas intervenções para evitar o empate. O América-MG parecia confortável com a situação do jogo. Recuou a marcação e, marcando no seu próprio campo, apostava nos contra-ataques. O Botafogo rodava a bola na intermediária, sem conseguir repetir as boas chances do início da segunda etapa.

Com o passar do segundo tempo, a equipe carioca seguia pressionando em busca do empate. Kauê e Raí levaram perigo, mas não conseguiram alterar o placar. O Botafogo fez mudanças visando o empate, mas o Coelho seguia se defendendo de maneira muito eficiente. Na reta final da partida, o clube carioca foi pro "abafa", mas seguia esbarrando na defesa adversária. O alvinegro abusou das bolas alçadas na área, mas a zaga do América-MG rebatia em todas as oportunidades. Praticamente no último lance da partida, Reydson perdeu boa chance de cabeça, na risca da pequena área.

Futebol