PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Palmeiras rompe marca de 18 anos com fã de Gabriel Jesus e 'filho de Weah'

Jogadores do Palmeiras comemoram vitória sobre o Cuiabá no Brasileiro - Cesar Greco/ Palmeiras
Jogadores do Palmeiras comemoram vitória sobre o Cuiabá no Brasileiro Imagem: Cesar Greco/ Palmeiras

Diego Iwata Lima

De São Paulo

03/12/2021 04h00

Classificação e Jogos

"É a melhor sensação que eu poderia ter. É a sensação de um sonho de criança se realizando". Foi assim que Kevin, 18, descreveu sua estreia pelos profissionais do Palmeiras, na última terça-feira (30), na vitória por 3 a 1 sobre o Cuiabá, pelo Campeonato Brasileiro.

Em seu primeiro jogo pelo time profissional, o atacante já levou o clube a um recorde. Kevin foi o 23º jogador diferente formado nas categorias de base do Alviverde a entrar em campo no ano —um a mais que em 2002. Lucas Freitas, zagueiro, ainda entraria um pouco depois, levando a contagem a 24.

"Deu até um nervosismo quando vi que ia entrar, mas ao mesmo tempo, uma sensação de felicidade de poder ter sido escolhido para ajudar a equipe", disse Kevin ao UOL. "[Procurei ter] cabeça fria e deixar a mente mais tranquila possível para ter um bom desempenho. Até dar os primeiros toques ainda estava com um pouco de frio na barriga", revelou

Kevin chegou ao clube em 2020, para jogar no sub-17, vindo do Desportivo Brasil. Aos poucos, ganhou espaço e saltou ao sub-20. Ainda em 2020, foi um dos principais nomes do Palmeiras no tetracampeonato paulista da categoria contra o Corinthians. Na fase de grupos, por exemplo, fez o gol que classificou o Alviverde contra o Flamengo-SP, na última rodada.

Fã de Gabriel Jesus, Kevin também tem ligação com outro atacante de brilho na Europa. Seu pai é conhecido na zona leste de São Paulo como José Carlos "Weah", em alusão ao atacante liberiano do Milan nos anos 1990, George Weah, Bola de Ouro em 1995.

Jogador da seleção brasileira sub-18, ele já sabe que terá mais dois compromissos pelo Campeonato Brasileiro, pois deve estar no grupo que encara Athletico-PR, segunda-feira (6), e Ceará, quinta-feira (9).

Palmeiras