PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Arnaldo: São Paulo não pode ter a desculpa para outro Brasileirão como esse

Do UOL, em São Paulo

27/11/2021 12h00

Classificação e Jogos

O São Paulo volta a campo hoje (27) diante do Sport pelo Brasileirão no Morumbi, mesmo local onde empatou na quarta-feira (24) com o Athletico-PR. Após o último jogo, o técnico Rogério Ceni indicou ao torcedor que o clube ainda terá anos difíceis pela frente, considerando também as condições financeiras atuais.

No podcast Posse de Bola #181, Arnaldo Ribeiro considera que a fala de Ceni na entrevista coletiva serve apenas para aumentar o desespero do torcedor e afirma que o treinador sabia o que encontraria quando aceitou voltar a dirigir o time e nada justifica a campanha atual do São Paulo no Campeonato Brasileiro.

"É claro que o São Paulo tem gestões péssimas anteriores, gestão atual confusa, menor colégio eleitoral do país, dívidas, mas isso tudo não justifica a campanha ridícula do time no Brasileiro, se comparado com situação não só do Santos, com a de demais, e nem a perspectiva deprimente para todos os próximos anos. A situação é difícil? É. A situação é complicada? Também. Não vai ter dinheiro para contratar muita gente? Ok. Muito clube conseguiu se manter e se reinventar nesses tempos bicudos com menos perspectivas, com menos recursos que o São Paulo", diz Arnaldo.

"O Rogério, ao assumir o São Paulo, conhecendo bem, faltando quatro pontos para ficar na primeira divisão, tendo mais uma decepção diante do torcedor, eu acho que ele não tem, digamos, o direito de ainda deixar esse torcedor mais desesperado do que ele está, e o torcedor tem sido exemplar. Não é faltar com a verdade, não, é explicitar o problema do time ou os problemas estruturais do time, dizer que 'no ano que vem, sob o meu comando o São Paulo se mantendo na primeira divisão, faremos uma temporada melhor'", completa.

Arnaldo afirma que, mais do que a questão financeira, o São Paulo precisa se organizar e planejar melhor para que não corra o risco de voltar a fazer em 2022 uma campanha tão ruim como a atual no Brasileirão.

"Não precisa de milhões de reais, precisa de planejamento, precisa de entendimento, precisa jogar a primeira rodada do Brasileiro como se fosse a última, precisa mirar objetivos factíveis como alguns clubes estão fazendo com menos recursos que o São Paulo. Como os dois clubes de Fortaleza estão fazendo, como o Fluminense está fazendo, como outros clubes estão fazendo. O São Paulo não pode, com dívida, encalacrado, quebrado, destruído, ter a desculpa para ter outro Brasileirão como esse, sob o comando do Rogério ou sob comando de qualquer outro técnico", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol