PUBLICIDADE
Topo

Futebol

3 diferenças entre 'novelas' para renovar com Kaio Jorge e Marcos Leonardo

Marcos Leonardo comemora seu gol pelo Santos contra o Coritiba, em partida válida pelo Brasileirão 2020 - ANTÔNIO CÍCERO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Marcos Leonardo comemora seu gol pelo Santos contra o Coritiba, em partida válida pelo Brasileirão 2020 Imagem: ANTÔNIO CÍCERO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Luciano Ribeiro

Colaboração para o UOL, em Santos

27/11/2021 04h00

Classificação e Jogos

Ambos foram criados na Vila Belmiro, viraram artilheiros na base, têm currículo nas categorias inferiores da seleção brasileira e chegaram ao time profissional do Santos sob grande expectativa. Kaio Jorge, hoje na Juventus-ITA, e Marcos Leonardo, o herói alvinegro da semana, têm muitas coisas em comum. A mais recente é a novela para a renovação de contrato.

A primeira, de Kaio, não terminou com final feliz para o Peixe. A menos de seis meses do fim de seu vínculo, o atacante aproveitou a brecha na legislação, assinou um pré-contrato com a Juve e foi embora no meio deste ano. Para não ficar de mãos vazias, o Santos o liberou na hora e recebeu apenas 3 milhões de euros (R$ 18 milhões pela cotação da época).

A segunda novela ainda está no ar e o protagonista é Marcos Leonardo. Ele tem mais um ano de contrato —com uma cláusula de renovação automática por mais dois anos. Só que este acordo não é reconhecido pela Fifa. Desta forma, o jogador poderia sair para o exterior da mesma maneira que seu antecessor.

A diretoria corre para evitar que o desfecho deste drama seja igual ao de Kaio Jorge. Principalmente, agora, que Marcos Leonardo está em evidência depois de passar com sucesso pela seleção brasileira sub-18 e praticamente salvar o Santos do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro —fez os gols da vitória por 2 a 0 sobre o Fortaleza, quinta-feira, na Vila Belmiro.

Apesar do roteiro igualmente arrastado, a diretoria tem muito mais confiança de que vai conseguir renovar o contrato de Marcos Leonardo do que tinha na época de Kaio Jorge. E isso se baseia em 3 diferenças primordiais sobre os dois jogadores:

1. Relação entre clube e atleta

Kaio Jorge - A relação dos empresários e da família de Kaio Jorge com o Santos já estava muito desgastada quando o presidente Andres Rueda assumiu o cargo. Desde gestões anteriores, o estafe do camisa 9 vinha reclamando da morosidade e, muitas vezes, da falta de interesse dos dirigentes em dar andamento às negociações.

Marcos Leonardo - A atual gestão do Santos já deixou bem claro o desejo de renovar o contrato do jogador. E não é para menos. O vínculo é válido até o fim de outubro de 2022. Isso significa que ele poderia assinar um pré-contrato com outro clube em abril. As conversas acontecem em clima muito cordial.

2. Desejo de ir para a Europa

Kaio Jorge - Antes mesmo de iniciar qualquer conversa com a atual gestão do Santos, o atacante e seus familiares já estavam de olho em uma transferência para a Europa, assim como seus empresários. Afinal, não viram evoluir em nada as negociações anteriores com o Santos

Marcos Leonardo - O atacante obviamente sonha um dia em jogar na Europa, mas não agora. O desejo do menino é seguir na Vila Belmiro neste momento e se preparar melhor para uma eventual transferência no futuro. Mas seu estafe também espera que ele seja mais aproveitado no Peixe.

3. Propostas oficiais

Kaio Jorge - Até mesmo por ser um desejo dele e da família, seus representantes abriram conversas com outros clubes e o jogador foi oferecido na Europa. Com isso, chegou uma proposta oficial do Benfica - que o Santos chegou a concordar por ver que não haveria mais como renovar -, mas Kaio Jorge já estava apalavrado com a Juventus. Para não perder o jogador sem receber nada em troca, o Peixe antecipou a rescisão e obteve uma compensação financeira.

Marcos Leonardo - Até este momento, não chegou nenhuma proposta oficial pelo atacante. Há rumores de que ele foi procurado no ano passado, mas isso não foi confirmado e também não avançou.

Como está a negociação hoje?

O Santos faz um grande mistério e não se pronuncia em detalhes sobre como está a negociação hoje. Mas há uma confiança muito grande de que as partes vão se entender justamente por causa da boa relação, do desejo do jogador em seguir na Vila Belmiro e também por não haver ainda nenhuma proposta oficial.

Qual o prazo para o Santos renovar o contrato de Marcos Leonardo?

Como a negociação já está em andamento, o Santos tem uma certa tranquilidade. Mas o risco vai aumentando conforme chega mais perto da data em que o jogador poderá assinar um pré-contrato com outro clube. Em tese, o limite para um acerto sem correr riscos é abril de 2022, já que seu contrato se encerra no final de outubro.

Futebol