PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras vira contra o Sport após entrada de Scarpa e se torna vice-líder

Diego Iwata Lima

De São Paulo

25/10/2021 23h26

Classificação e Jogos

O Palmeiras fez bom jogo, em especial no 2º tempo, e conquistou sua terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro: 2 a 1 sobre o Sport, de virada. E com esse resultado, o alviverde já não perde há quatro rodadas.

O Sport abriu o placar aos 3min, em contra-ataque perfeito e conclusão de Barcia. O Palmeiras empatou com Luiz Adriano, aos 7min do 2º tempo. E com muita pressão e ótima partida de Gustavo Scarpa nos cruzamentos, virou com Felipe Melo, aos 35min.

A vitória devolve ao Palmeiras a vice-liderança, com 49 pontos. Já o Sport Recife, com 27, segue na 18ª colocação.

Quem foi bem: Scarpa mudou o jogo; Maílson foi quase perfeito

A entrada do meia, no início do 2º tempo, elevou em muito o poder de pressão do Palmeiras. Distribuindo jogo, fazendo bons cruzamentos e batendo a gol com perigo. Abrir mão dele, como Abel vinha fazendo, é um desperdício.

O goleiro do Leão teve noite inspiradíssima, com defesas em cabeçadas feitas de muito perto com desvios no gramado. Pegou bolas muito difíceis, se esticando muito.

Quem foi mal: Rony ainda não "voltou"

O ponta passou muito tempo do ano no departamento médico. E, mesmo recuperado fisicamente, não retomou seu melhor futebol. Aparece muito para o jogo, corre, se dedica, mas erra muitos passes e toma decisões erradas.

Sport faz contra-ataque perfeito e abre o placar antes dos 5

Sport abre o placar com Leandro Barcia

A chegada, pela ponta esquerda, era do Palmeiras. Dudu recebeu, cortou para dentro e foi desarmado por Thyere, que tocou para Zé Wellison. A ligação para Juba, em lançamento de mais de 30 metros, foi perfeita. Tanto quanto o cruzamento que encontrou Leandro Barcia no segundo pau. Um toque de primeira. A bola pega em Weverton, mas entra, aos 3min: 1 a 0 para os visitantes. Foi praticamente a única chegada do Sport no 1º tempo.

Dudu chamava o jogo na individualidade

A coragem tão pedida pelo técnico Abel Ferreira foi entregue na partida por Dudu. A perda de posse de bola que acabaria resultando no gol adversário não intimidou o camisa 43, que tentou mais de uma vez quebrar as linhas defensivas do Sport. Aos 13 min, passou por quatro antes de enfiar para Luiz Adriano, que estava impedido por centímetros. Estava inspirado e passando fácil pelos adversários.

Luiz Adriano se movimentava e fazia bom jogo

O camisa 10 também se apresentava e mostrava estar atento, dentro do jogo. Aos 23, ele foi esperto e roubou de Sabino perto da área do Sport. Luiz Adriano bateu firme e rasteiro, com muita técnica, e Maílson fez boa defesa.

Rony também levou perigo

Rony bate com perigo ao gol do Sport

Aos 35min, o camisa 7, que havia invertido o lado com Dudu e estava na esquerda, dominou bem e cortou para o meio e bateu bem de pé direito. A bola passou raspando a trave de Maílson. O trio de ataque do Palmeiras não se omitiu da partida.

Palmeiras chega trocando passes com categoria, e Piquerez quase faz

A jogada já nasceu tão promissora, que o time decidiu ignorar Raphael Veiga, que sofrera falta e estava com dores no chão. Porque o juiz deu vantagem, e numa trama que teve até toque de letra de Felipe Melo para Marcos Rocha na área, o cruzamento para Piquerez veio na segunda trave. O chute de sem pulo saiu forte, mas bateu em um dos zagueiros que estavam em frente ao gol.

Abel coloca Scarpa, que faz assistência para gol de Luiz Adriano: 1 a 1

Luiz Adriano empata para o Palmeiras contra o Sport

Abel Ferreira tirou Danilo e colocou Scarpa em campo. E o meia mudou o jogo, distribuindo bolas, cruzando e batendo escanteios com perigo. Foi o que ele fez, aos 7. O cruzamento veio cheio de curva e encontrou o traseiro de Luiz Adriano, que apenas deixou a bola bater em seu corpo para vencer Maílson e empatar a partida. O atacante comemorou pedindo silêncio, com o dedo em frente à boca, incomodando até mesmo os seus colegas.

Palmeiras pressionava, Sport resistia

O Palmeiras teve posse de bola constante, em especial com Scarpa, que passou a organizar o jogo, e Dudu, que ganhava todas pela direita do ataque alviverde. Aos 23, após boa troca de passes, mais uma vez a bola chegou em Piquerez, que bateu bem, mas Maílson defendeu.

Virada veio em novo escanteio, com Felipe Melo

É por jogadas assim que Scarpa precisa ter um lugar no time. Em mais um ótimo cruzamento de escanteio, Willian desviou na primeira trave para Felipe Melo entrar e empurrar para a rede, dando uma merecida virada ao Alviverde

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 x 1 SPORT

Motivo: Campeonato Brasileiro, 28ª rodada
Local e Horário: Allianz Parque, 21h30
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães, do RJ
Auxiliares: Michael Correia e Luiz Claudio Regazone. ambos do RJ
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Gols: Leandro Barcia, aos 3min (SPO) do 1º tempo. Luiz Adriano, aos 7min, e Felipe Melo,aos 35min, do 2º.

Cartões Amarelos: Moccelin, Wellison, Marcão, Sabino (SPO); Gómez (PAL)

Público: 13.367 torcedores
Renda: R$ 788.538,85

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gómez, Luan e Piquerez; Felipe Melo, Danilo e Raphael Veiga (Patrick de Paula); Dudu (Danilo Barbosa), Luiz Adriano (Deyverson) e Rony (Willian). Técnico: Abel Ferreira

SPORT: Mailson; Ewerthon, Rafael Thyere, Sabino e Chico; Marcão, Zé Welison, Marcão Silva, Gustavo Oliveira e Juba; Leandro Barcia (Paulo Moccelin) e Mikael. Técnico: Gustavo Florentín

Futebol