PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atlético-GO vence com direito a gritos de "olé" e aumenta drama do Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

25/10/2021 21h54

Classificação e Jogos

O Atlético-GO venceu o Grêmio, hoje (25), pelo placar de 2 a 0 e com direito a provocação das arquibancadas. A torcida mandante entoou gritos de "olé" e "Arerê! O Grêmio vai jogar a Série B" ao longo da partida válida pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O pior para o time gaúcho, no entanto, aconteceu em campo mesmo. Depois de bom primeiro tempo, a defesa falhou e gerou gatilho para a atuação degringolar. Na etapa final, Paulo Miranda chegou a ser expulso e a equipe mandante ainda teve chances de ampliar o placar.

Igor Cariús e Marlon Freitas fizeram os gols do jogo. Uma bola na rede em cada tempo.

Com o resultado, o Atlético-GO chega a 37 pontos e segue em nono lugar. O Grêmio segue com 26 e em 19º na classificação. Com uma rodada a menos para sair do Z4.

A jornada do Grêmio começou com bons sinais. Domínio, volume, chances criadas. Mas ainda no primeiro tempo um erro foi suficiente para inverter tudo. A rodada, até hoje (25), era boa para os gremistas. Uma simples vitória faria o time sair da zona de rebaixamento, pela primeira vez.

Quem foi bem: Igor Cariús

Lateral esquerdo foi oportunista e acreditou na jogada até o fim. Como recompensa, viu Vanderson e Brenno se desentenderem e a bola ficou livre para conclusão perto do gol.

Quem foi mal: Paulo Miranda

Zagueiro falhou na marcação durante todo o jogo e no segundo tempo, cometeu pênalti nítido. A expulsão, no entanto, só aconteceu com ajuda do VAR. Grande aposta de Vagner Mancini, Paulo Miranda comprometeu em um jogo onde a defesa ficou exposta.

Na próxima rodada, o Atlético-GO visita o Sport e o Grêmio recebe o Palmeiras. Os dois jogos acontecem no domingo (31), mas a bola rola antes em Porto Alegre. O confronto na Arena do Grêmio começa às 16h (horário de Brasília) e o duelo em Recife às 20h30 (de Brasília).

Cronologia do jogo

Igor Cariús abriu o placar aos 43 minutos do primeiro tempo. Paulo Miranda comete pênalti aos 22 minutos da etapa final. Arbitragem vai ao VAR aos 24 e expulsa zagueiro do Grêmio pelo lance. Marlon Freitas, aos 26 minutos do segundo tempo.

Grêmio pressiona e joga tudo no ataque

A estratégia do Grêmio ficou tão nítida que era possível notar de cara. Com quase todo time adiantado, Vagner Mancini forçou a pressão ao máximo contra o Atlético-GO. Assim, conseguiu ter mais a posse e volume. Rondou a área adversária, teve vários jogadores se aproximando para tentar a conclusão. A aposta era total no ataque. Em jogar dentro do campo do time da casa e encontrar uma brecha para concluir.

Atlético-GO monta contra-ataque e assusta

O Atlético-GO fez o oposto, desde o início. Deixou a bola com o Grêmio e apostou em bola longa, velocidade. O contra-ataque sempre armado passou a dar certo ainda na metade do primeiro tempo. Os espaços defensivos foram sendo preenchidos e o time mandante conseguiu evoluir dentro do jogo.

Zaga do Grêmio fica pendurada em cinco minutos

Com o time todo no ataque, a defesa ficou exposta. Primeiro, foi Kannemann. O argentino puxou André Luis no círculo central e acabou com um contra-ataque que seria fulminante. Menos de cinco minutos depois, foi a vez de Paulo Miranda fazer falta para segurar o time adversário. E antes do intervalo, outra peça da defesa foi advertida: Thiago Santos.

Três finalizações contra 10: 1 a 0

O primeiro tempo terminou assim mesmo. Com apenas três finalizações do Atlético-GO e 10 conclusões do Grêmio. O cenário se explica pela ansiedade gremista, que desperdiçou pelo menos três grandes chances perto de Fernando Miguel. Do outro lado, a efetividade do Dragão foi enorme. Cariús foi oportunista ao acompanhar a jogada e aproveitar falha de Vanderson para marcar 1 a 0.

"A gente sofreu bastante, eles tiveram mais a bola e mais chances, mas fomos efetivos", resumiu o lateral esquerdo do Atlético-GO e autor do primeiro gol da partida em entrevista ao Premiere.

Mancini ousa aos 12 do segundo tempo

O Grêmio não voltou bem do intervalo. Com sinais de nervosismo, o time parou de criar. E Vagner Mancini viu. Pensou e ousou. O treinador sacou Douglas Costa para entrada de Ferreira e botou Miguel Borja no lugar de Jean Pyerre. Dois centroavantes desde cedo.

Atlético-GO faz mais um e ainda perde outros

A vantagem no placar adicionou ainda mais tranquilidade no jogo do Atlético-GO, que empilhou contra-ataques em velocidade e contra a defesa exposta do Grêmio. Aos 24 minutos, o ataque do Dragão trocou passes dentro da área e Paulo Miranda fez pênalti. Dois minutos depois, o placar ficou dobrado e as chances passaram a ser maiores pela superioridade numérica em campo.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 2 X 0 GRÊMIO

Data e hora: 25/10/2021 (segunda-feira), às 20h (horário de Brasília)
Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Jean Marcio dos Santos (RN) e Lorival Candido das Flores (RN)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Cartões amarelos: André Luis, William Maranhão (AGO); Kannemann, Paulo Miranda, Thiago Santos, Ferreira, Rafinha, Luiz Fernando, Borja (GRE)
Gols: Igor Cariús, aos 44 minutos do primeiro tempo (AGO); Marlon Freitas, aos 26 minutos do segundo tempo (AGO)

ATLÉTICO-GO: Fernando Miguel; Arnaldo (Oliveira), Wanderson, Éder e Igor Cariús; Willian Maranhão, Marlon Freitas, Janderson (Baralhas), André Luis (Montenegro) e Ronald (Toró); Zé Roberto (João Paulo)
Técnico: Eduardo Souza

GRÊMIO: Brenno; Vanderson, Paulo Miranda, Kannemann e Rafinha; Thiago Santos, Villasanti (Luiz Fernando), Jean Pyerre (Borja), Douglas Costa (Ferreira), Alisson e Diego Souza (Ruan)
Técnico: Vagner Mancini

Futebol