PUBLICIDADE
Topo

Futebol feminino

Justiça manda prender ex-técnico venezuelano após denúncias de abuso sexual

Jogadoras da seleção da Venezuela - Divulgação/Federação Venezuelana de Futebol
Jogadoras da seleção da Venezuela Imagem: Divulgação/Federação Venezuelana de Futebol

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/10/2021 09h44

A justiça venezuelana emitiu mandado de prisão contra o ex-técnico da seleção feminina de futebol, Kenneth Zseremeta, após ser acusado por 24 jogadoras de ter abusado sexualmente de uma delas.

Além disso, as atletas alegam que ele tenha submetido elas a assédio físico e psicológico nas categorias de base, de acordo com o procurador-geral do país, Tarek William Saab.

Junto com Zsemereta, também foi emitido um mandado de prisão contra o ex-assistente técnico, William Pino Lozada, por suposto encobrimento.

A denúncia foi apresentada na última terça-feira, 05, em uma carta aberta publicada por todas as jogadoras. No comunicado, as jogadoras explicam que decidiram "quebrar o silêncio para evitar que as situações de abuso e assédio físico, psicológico e sexual provocadas por Zseremeta (...) tirem mais vítimas no futebol feminino e no mundo".

Kenneth treinou a seleção venezuelana, em diversas categorias, de 2008 a 2017.

Futebol feminino