PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Suárez revela que Koeman o dispensou do Barça em telefonema de 40 segundos

Luis Suárez marcou o segundo gol do Atlético de Madri na vitória para cima do Barcelona, pelo Campeonato Espanhol - REUTERS
Luis Suárez marcou o segundo gol do Atlético de Madri na vitória para cima do Barcelona, pelo Campeonato Espanhol Imagem: REUTERS

Colaboração para o UOL

07/10/2021 10h24

O atacante Luis Suárez, atualmente jogador do Atlético de Madri, revela que o telefonema que marcou o fim de sua passagem de seis anos pelo Barcelona durou apenas 40 segundos. O uruguaio comenta — em entrevista ao canal da Twitch de Gerard Romero, o Jijantes FC — detalhes da conversa com o treinador Ronald Koeman.

"A chamada de Koeman para me dizer durou 40 segundos, não é essa a maneira de dispensar uma lenda. Faltou personalidade para me dizer as coisas com clareza, se ele não me queria ou se realmente o clube não me queria", conta o artilheiro.

Recentemente, o uruguaio já havia revelado mais detalhes de sua conturbada saída do clube catalão. "Não me esqueço que no ano passado, na pré-temporada, me mandaram treinar separadamente para me irritar e, como profissional, falei com o treinador (Koeman) e ia treinar todo dia sem cara de mau", relembrou.

Apesar do tratamento recebido, o atleta ainda disse durante a conversa com Gerard Romero que não guarda mágoas com relação ao clube e que será "sempre agradecido ao Barça".

Em seu primeiro reencontro com seu ex-clube, em jogo válido pela La Liga, Suárez anotou um dos gols da vitória do Atlético de Madri por 2 a 0. Ao comentar o "clima" da partida, o atacante disse que viu no Barcelona "uma equipe de ânimo ruim". "As imagens falam por si mesmas, e ver companheiros assim me doía", completa.

Por fim, o ídolo do clube culé ainda falou sobre a possibilidade de seu ex-companheiro de time Xavi assumir o comando técnico do Barça. "Se Xavi assumir agora, sem um projeto claro, devido aos problemas econômicos, ele pode colocar em risco seu legado. Ele sabe tudo que deve ser feito para ter sucesso neste clube, mas deve escolher o momento".

Futebol