PUBLICIDADE
Topo

Paris Saint-Germain

Executivo diz que PSG burla fair play financeiro com Messi e Neymar

O presidente da La Liga, Javier Tebas, criticou o PSG por conta do fair play financeiro - PA Images/PA Images via Getty Images
O presidente da La Liga, Javier Tebas, criticou o PSG por conta do fair play financeiro Imagem: PA Images/PA Images via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

07/10/2021 15h38

O presidente da La Liga, Javier Tebas, afirmou que o PSG vem trapaceando o fair play financeiro, regra criada para evitar que os clubes gastem mais do que arrecadam, com o badalado elenco do clube, que conta com Messi, Neymar, Mbappé, entre outras estrelas.

"Critico o PSG porque eles não geram dinheiro para ter o elenco que têm. Isso distorce a concorrência na economia do futebol europeu. Não corresponde ao patrocínio real. Como o PSG nos explica que tem um elenco de quase 600 milhões de euros? Se vencer a Ligue 1, não ganhará mais de 45 milhões de euros. É impossível", disse Tebas ao jornal L'Équipe.

"Convidei o presidente do PSG (Nasser Al-Khelaïfi) e o da Liga Francesa (Vincent Labrune) a mostrar os números que temos e onde estão as irregularidades. Eles não me responderam. Eles são rápidos em me criticar, não em me responder", declarou o executivo.

Tebas ainda afirmou que não se preocupa com a presença de atletas como Messi e Neymar no time francês, desde que o clube respeite as regras.

"Posso mostrar, com números para comprovar, a trapaça em relação ao fair play financeiro. Se Messi e Neymar continuam no PSG, não me importa. É que tudo isso dói muito o futebol europeu. Eu não sou o único a dizer isso."

Paris Saint-Germain