Topo

Brasileiro tem janela com volta de 'medalhões'; Dani Alves agita o mercado

Diego Costa, do Atlético-MG, Willian, do Corinthians, e David Luiz, do Flamengo, foram os grandes nomes na janela de transferência Imagem: Colagem de fotos de Agência I7/Mineirão, Rodrigo Coca/Agência Corinthians e Marcelo Cortes/CRF

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

24/09/2021 04h00

O prazo de inscrição no Campeonato Brasileiro se encerra hoje (24) e alguns clubes ainda correm contra o tempo para os últimos acertos no mercado da bola. A janela de transferência, porém, foi robusta e trouxe ao futebol brasileiro nomes de peso que estavam no exterior, mas já sem o mesmo espaço de outrora. Sem contrato, Daniel Alves é o principal nome disponível e agita os bastidores.

Neste período de contratações, os jogadores mais chamativos foram: Diego Costa, que assinou com o Atlético-MG e está atuando profissionalmente pela primeira vez no país natal; Willian, que voltou ao Corinthians após 14 anos; e David Luiz, que acertou com o Flamengo e também retorna ao Brasil após 14 temporadas na Europa.

Houve contratações consideradas, até certo ponto, surpreendentes, como foi o caso do experiente atacante argentino Zárate, ex-Boca Juniors, que chegou ao América-MG.

"Bicho papão" no mercado nas últimas temporadas, o Flamengo acertou com um trio que estava no Campeonato Inglês. Além do já citado David Luiz, que estava sem contrato desde que deixou o Arsenal, houve ainda o aperto de mão com Andreas Pereira, por empréstimo junto ao Manchester United, e Kenedy, que tem os direitos ligados ao Chelsea. O Rubro-Negro pagou R$ 3 milhões ao Chelsea e R$ 6,3 milhões ao United.

Em meio às movimentações do mercado, o Grêmio foi o clube que mais investiu, tendo realizado transações que envolveram, no total, cerca de R$ 42 milhões — foram R$ 6 milhões ao Palmeiras pelo atacante Borja, R$ 18 milhões ao Cerro Porteño (PAR) por Mathías Villasanti e R$ 18,6 milhões ao Tolima (COL) pelo Campaz. Vale lembrar que o pagamento aos clubes será parcelado.

Outro clube que chamou a atenção neste período foi o Corinthians. Fora Willian, o Timão ganhou outros reforços renomados, como Renato Augusto, Roger Guedes e Giuliano, além do goleiro Carlos Miguel e do lateral João Pedro, que chegou por empréstimo do Porto, de Portugal, e com preço de compra pré-estabelecido. As contratações dos quatro primeiros não geraram custos, mas, em contrapartida, haverá o pagamento de luvas, com valores ainda não divulgados.

Em meio ao momento conturbado pelo qual atravessa, o São Paulo alinhou o retorno do argentino Calleri, jogador que esteve no Morumbi em 2016 e foi festejado pela torcida neste reencontro. Em oportunidades anteriores, o atacante já havia tido o nome ligado ao Tricolor paulista, mas as tratativas não chegaram a avançar da maneira esperada, adiando a volta. O uruguaio Gabriel Neves foi outra novidade.

Internamente, uma transação que ganhou holofotes foi a ida de Lucas Lima, que estava sem espaço no Palmeiras, para o Fortaleza, onde chegou sob festa e grande expectativa.

Enquanto alguns reforços esperam a chance pela estreia, o colombiano Rodallega já mostrou o cartão de visita no Bahia. Em sete jogos até aqui, balançou a rede cinco vezes, sendo quatro no mesmo jogo — no triunfo por 4 a 2 sobre o Fortaleza.

Daniel Alves é a "bola da vez"

Imagem: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Desde a rescisão com o São Paulo, concretizada no último dia 16, Daniel Alves vem sendo um nome debatido por diversos clubes. Como publicado pelo UOL Esporte no último dia 17, o jogador tinha seis propostas à mesa, sendo quatro de clubes brasileiros. O Fluminense apresentou um plano ao lateral-direito, mas as partes não chegaram a um acordo. O Flamengo monitora a situação, assim como o Bahia.

Outra saída que causou impacto foi a de Thiago Neves do Sport, anunciada na última segunda-feira. O meia, porém, já atuou em mais de sete jogos pelo clube pernambucano no Campeonato Brasileiro e, desta forma, não pode mais defender outra equipe na Série A.

Chegada e polêmica

Bruno Spindel, Andreas Pereira e Marcos Braz na apresentação do jogador Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo

As chegadas de Willian e Andreas Pereira, reforço do Flamengo, causaram polêmica em meio às restrições impostas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os dois estavam na Inglaterra — atuando por Arsenal e Manchester United, respectivamente — e não cumpriram a quarentena exigida pelas autoridades brasileiras para quem chega do país.

Os questionamentos à agência ficaram mais contundentes após a paralisação e suspensão do jogo entre Brasil e Argentina, pelas Eliminatórias, sob a justificativa de que quatro jogadores argentinos teriam omitido a informação de que estavam vindo da Inglaterra.

Dias depois deste episódio, a Anvisa emitiu um comunicado oficial proibindo Willian de enfrentar o Atlético-GO, pelo Brasileiro, jogo que poderia ser a estreia nesta volta ao Timão, e sugerindo uma punição a Andreas Pereira, que, inclusive, já havia feito a estreia pelo Rubro-Negro ao encarar o Santos.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Brasileiro tem janela com volta de 'medalhões'; Dani Alves agita o mercado - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Futebol