PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Rodallega marca quatro vezes e Bahia vence o Fortaleza no Pituaçu

Hugo Rodallega comemora gol do Bahia contra o Fortaleza no Brasileirão - Jhony Pinho/AGIF
Hugo Rodallega comemora gol do Bahia contra o Fortaleza no Brasileirão Imagem: Jhony Pinho/AGIF

Bruno Fernandes

Colaboração para o UOL, em Maceió (AL)

04/09/2021 22h55

Classificação e Jogos

O Bahia venceu o Fortaleza por 4 a 2 na noite de hoje (4) em partida válida pela 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, disputada no estádio Pituaçu, em Salvador. Os quatro gols da equipe da casa foram marcados pelo colombiano Rodallega, enquanto Yago Pikachu e Matheus Vargas descontaram para os visitantes.

Com o resultado, a equipe baiana acabou com o jejum de oito partidas sem vencer no Brasileirão e o resultado fez o clube, na 16ª posição, respirar três pontos distante do América-MG, que abre a degola. O Fortaleza, por outro lado, permanece com 33 pontos e pode terminar a rodada fora do G-4 a depender do resultado das próximas partidas.

A próxima partida do Esquadrão de Aço será no sábado (11), às 21h, contra o Santos, marcada para acontecer na Vila Belmiro. Um dia depois, no domingo (12), o Fortaleza recebe o Atlético-MG, na Arena Castelão, às 16h.

Foi bem: Rodallega e seu hat trick + 1

Em sua primeira partida como titular, Rodallega foi responsável por todos os gols do Bahia no jogo e se tornou o único jogador do primeiro turno do Brasileirão a marcar quatro vezes em uma única partida. O colombiano, que passou pelo futebol da Inglaterra, da Turquia e do México, chegou em julho e fez apenas seu quinto jogo no torneio.

Foi mal: Rodriguinho perdendo pênalti

Rodriguinho perdeu o pênalti marcado no lance entre Robson e Juninho Capixaba. Ele até bateu bem, deslocou o goleiro mas acertou a trave e desperdiçou a chance da equipe baiana abrir o placar para quebrar o jejum de vitórias um pouco mais cedo.

Lucas Lima no banco mais uma vez

Mesmo acertando 38 passes de 43 na partida contra o Cuiabá, pela 18ª rodada, Lucas Lima começou novamente no banco de reservas do técnico Juan Pablo Vojvoda. Assim como na última partida, ele só foi acionado na segunda etapa, e ao lado de Wellington Paulista, conseguiu manter um bom nível de movimentação, mesmo saindo derrotado.

Fortaleza assusta, mas não convence

O Leão do Pici assustou o Bahia em algumas oportunidades, principalmente durante o primeiro tempo, mas não conseguia impor pressão e nem roubar a bola no campo de ataque de forma constante. Todas as vezes que a equipe tentava sair com jogadas ofensivas, o Bahia se fechava e forçava os jogadores cearenses a recuar.

Bahia se impõe em casa

O Bahia não sentiu falta do artilheiro Gilberto e dominou a partida. Com jogadas rápidas e uma troca envolvente de passes, a equipe da casa criou as principais oportunidades da partida.

Rodallega quer ser titular

Rodallega marcou quatro vezes em sua primeira partida como titular na equipe baiana e mostrou querer brigar pela posição com Gilberto, que assistiu o jogo do banco. O primeiro gol foi marcado pelo colombiano aos 41 da primeira etapa e os outros três aos 18, 20 e 30 do segundo tempo. Dos seis chutes a gol que o jogador deu no gol durante a partida, quatro resultaram em gol.

Essa doeu

O responsável pela assistência no primeiro gol do Bahia, o meia Rossi, foi atingido na virilha ao cair depois de uma disputa de bola e precisou ser substituído imediatamente por Maykon Douglas. Na saída do campo, o jogador não conseguia sequer pisar no chão e precisou ser carregado por conta de uma possível lesão no adutor da coxa.

Fortaleza tenta voltar ao jogo

Mesmo com três gols atrás do placar, o Fortaleza não abaixou a cabeça e partiu para o ataque, chegando a marcar duas vezes com Yago Pikachu, aos 24 da segunda etapa, e Matheus Vargas, aos 28. Apesar da pressão, não conseguiu levar o Leão do Pici a vitória.

Chances no final

Mesmo atrás do placar por dois gols de diferença durante boa parte da segunda etapa, o Fortaleza não baixou a cabeça e continuou atacando. O técnico Vojvoda chegou a acionar Lucas Limas e Wellington Paulista, que fizeram ótima dupla na última rodada, mas o time não conseguiu aproveitar as poucas oportunidades do final. O Bahia, por outro lado, depois de garantir o resultado se fechou na defesa e apenas ficou no aguardo do apito final.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 4 x 2 FORTALEZA

Motivo: 19ª rodada do Campeonato Brasileiro - Série A
Local: Pituaçu, Salvador (BA)
Data e hora: 04/09/2021 (sábado), às 21h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Daniel Paulo Ziolli (ambos de SP)
Var: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartões amarelos: Matheus Teixeira, Juninho Capixaba (BAH)
Gols: Rodallega (BAH), aos 41 minutos do primeiro tempo e aos 18, 20 e 30 do segundo tempo; Yago Pikachu (FOR), aos 24 do segundo tempo e Matheus Vargas (FOR), aos 28 do segundo tempo.

Bahia: Matheus Teixeira, Conti, Luiz Otávio, Nino Paraíba, Juninho Capixaba, Lucas Araújo, Daniel (Luizão), Mugni, Rossi (Maycon Douglas), Rodriguinho (Patrick de Lucca) e Rodallega. Técnico: Dieho Dabove.

Fortaleza: Marcelo Boeck, Tinga, Jackson (Lucas Lima), Titi, Éderson, Jussa, Lucas Crispim, Romarinho, Yago Pikachu (Edinho), Henriquez (David) e Robson (Wellington Paulista). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Futebol