PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jornal: CR7 sofre golpe de agente de viagens e perde mais de R$ 1 milhão

Cristiano Ronaldo em jogo do Real Madrid, em 2010 - David R. Anchuelo/Real Madrid via Getty Images
Cristiano Ronaldo em jogo do Real Madrid, em 2010 Imagem: David R. Anchuelo/Real Madrid via Getty Images

Colaboração para o UOL

20/09/2021 10h13

Cristiano Ronaldo retornou à Inglaterra em grande estilo. Em três jogos disputados com a camisa do Manchester United, o português já anotou quatro gols. Mas a performance excepcional apresentada dentro de campo ao longo de sua carreira não foi capaz de impedir que o "robozão" vivesse em sua vida pessoal uma situação de "mero mortal": ser vítima de um golpe.

De acordo com o diário português Jornal de Notícias, Cristiano Ronaldo foi enganado durante mais de três anos — de fevereiro de 2007 e julho de 2010 — por uma agente de viagens. O jogador teria confiado as senhas de seus cartões de crédito e respectivos códigos à profissional.

Como resultado, o craque foi lesado em um valor equivalente a R$ 1,1 milhão. A agente de 53 anos desviou o montante através de mais de 200 viagens realizadas pelo atacante ao longo do período.

CR7, porém, não foi o único lesado por essa profissional. Os também jogadores Nani e Manuel Fernandes, além das empresas Gestifute e Polaris, do agente Jorge Mendes, foram outras das vítimas. Os valores desviados desses atores totalizam uma cifra de R$ 2,1 milhões.

A agente de viagens, identificada como Maria Silva, segundo o jornal, tinha um escritório dentro da própria Gestifute. Ela, que era responsável por tratar do deslocamento de personalidades relacionadas ao futebol, hoje paga mensalmente indenização à sua antiga empresa a fim de reembolsar suas vítimas.

Futebol