PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Rodriguinho cobra R$ 4,16 mi do Cruzeiro na Justiça por direito de imagem

Meia Rodriguinho, em treinamento na Toca da Raposa, quando jogou pelo Cruzeiro - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Meia Rodriguinho, em treinamento na Toca da Raposa, quando jogou pelo Cruzeiro Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

15/09/2021 15h50

Classificação e Jogos

O meia Rodriguinho, hoje no Bahia, entrou na Justiça contra o Cruzeiro e agora cobra por direitos de imagem não pagos pela Raposa. O jogador pleiteia R$ 4,16 milhões em ação distribuída pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) na última sexta-feira. A informação foi antecipada pelo GE e confirmada pelo UOL Esporte.

Rodriguinho assinou contrato de uso de imagem com o Cruzeiro pela empresa RCM Esportes e Participações Eireli, da qual é sócio, autora da ação na justiça mineira.

Quando rescindiu seu contrato com o Cruzeiro, em janeiro deste ano, Rodriguinho fez um acordo para que o clube celeste pagasse valores que estavam atrasados. O compromisso firmado apontava que a Raposa teria que pagar R$ 2,08 milhões ao jogador, valor dividido em 20 parcelas, com a primeira tendo vencimento em abril deste ano. Porém, as prestações não foram pagas desde então, o que motivou à busca pela Justiça por parte do atleta.

No acordo estava previsto que se houvesse atraso superior a 30 dias no pagamento das parcelas, o Cruzeiro sofreria uma multa de 100% do valor anteriormente acordado. Por isso a dívida dobrou e chegou aos R$ 4,16 milhões.

Originalmente, Rodriguinho receberia, a partir de março de 2019, o pagamento mensal de R$ 260 mil até dezembro de 2021. O clube não comenta sobre ações na Justiça.

Cruzeiro