PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Antes preferido de Sylvinho, Cantillo perde espaço no elenco no Corinthians

Cantillo em ação pelo Corinthians diante do Internacional, seu último jogo como titular  - Marcello Zambrana/AGIF
Cantillo em ação pelo Corinthians diante do Internacional, seu último jogo como titular Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

15/09/2021 04h00

Classificação e Jogos

As últimas semanas marcaram intensas mudanças no elenco do Corinthians. Com a chegada de quatro reforços de peso (Giuliano, Renato Augusto, Willian e Roger Guedes), o técnico Sylvinho se viu obrigado a mudar o sistema tático da equipe e, com isso, quem perdeu espaço foi o volante Victor Cantillo —protagonista na montagem do time nos primeiros meses de trabalho da comissão técnica.

Se antes o colombiano era o pilar da construção das jogadas pelo meio de campo do Corinthians com três volantes —dois deles atuando na proteção do camisa 24— hoje o panorama é diferente. Com Giuliano e Renato Augusto, Sylvinho abandonou o esquema antigo, tirou o protagonismo dos pontas e focou em um jogo de posse de bola.

A consequência direta foi a ida de Cantillo para o banco de reservas. Afinal, o colombiano jogava como primeiro volante e era o único responsável pelas invertidas de jogo e passes em profundidade aos atacantes de beirada de campo. Sem mais essa necessidade no jogo coletivo do Corinthians, a característica do colombiano deixou de ser uma necessidade.

Além dos reforços contratados pela diretoria, Cantillo perdeu espaço para Roni, Gabriel, Araos, Xavier e vê até mesmo o garoto Du Xavier aparecer como uma ameaça. O camisa 24 do Timão jamais deixou de ser relacionado, exceto em caso de lesão, mas não entra em campo há cinco rodadas e não é escalado como titular desde o dia 8 de agosto, quando o Alvinegro perdeu para o Flamengo, por 3 a 1, na Neo Química Arena.

No passado, o próprio Sylvinho explicou que, sob seu comando, Cantillo briga por vaga no time como primeiro volante. Isso porque, embora não tenha o desarme e a marcação como características, o camisa 24 é um organizador e tem facilidade com os passes longos. Neste momento, não são qualidades buscadas pela comissão técnica para o dono da posição.

Corinthians