PUBLICIDADE
Topo

Santos

Fernando Diniz não resiste à sequência ruim e não é mais técnico do Santos

Robson Mafra/AGIF
Imagem: Robson Mafra/AGIF

Do UOL, em São Paulo

05/09/2021 14h13

O Santos anunciou na tarde de hoje (5), via nota oficial, que Fernando Diniz não é mais o treinador do clube. O clube afirma que o técnico foi avisado da decisão ainda em Cuiabá, cidade em que o Peixe foi derrotado pelo time local por 2 a 1 na noite de ontem (4), pelo Campeonato Brasileiro.

Foi a terceira derrota seguida do Santos, que recentemente foi eliminado da Copa Sul-Americana, perdeu o jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil para o Athletico. Nos últimos nove jogos, a equipe venceu uma vez só, o que ajudou a colocá-la a quatro pontos da zona de rebaixamento do Brasileirão (e com jogo a mais).

Junto de Diniz, também deixam o Santos dois auxiliares e um preparador físico. O clube ainda não informou quem assume o comando no jogo contra o Bahia, na Vila Belmiro, às 21 horas (de Brasília) deste sábado (11).

A saída não chega a ser surpresa nos bastidores do Santos. Ele já vinha balançando no cargo, com alguma pressão até de torcedores nas redes sociais.

Fernando Diniz deixa o Santos em menos de quatro meses desde a sua estreia, na vitória sobre o Boca Juniors em que ele acabou expulso, pela Copa Libertadores. Ao todo foram 11 vitórias, oito empates e 12 derrotas, com aproveitamento de 44%. Foi a passagem mais curta do treinador por um clube de Série A: foram cinco meses no Athletico, oito no Fluminense e quase um ano e meio no São Paulo.

Durante a passagem, o técnico acabou prejudicado por lesões e negociações de jogadores do elenco —Luan Peres, Alison, Kaio Jorge saíram. Diniz chegou a dizer publicamente ter sido contra a venda de Luan Peres, por exemplo. As reclamações pela perda de jogadores foram frequentes, incluindo uma entrevista recente em que o treinador admitiu que "o que mais me entristeceu foi perder jogadores".

Confira a nota abaixo:

O Santos FC comunica que Fernando Diniz deixa a função de técnico do time profissional neste domingo, 5 de setembro. O treinador foi comunicado ainda em Cuiabá, após reunião com o presidente Andres Rueda e o executivo de futebol, André Mazzuco.

Os auxiliares-técnicos Eduardo Zuma e Yan Razera e o preparador físico Wagner Bertelli também deixam o Clube. O Santos FC agradece ao técnico pelos serviços prestados, iniciados no dia 7 de maio, pela parceria neste momento do Clube e deseja sorte em seu futuro profissional.

Santos