PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Entrada de Mercado cria disputa particular entre estrangeiros do Inter

Gabriel Mercado participa de treinamento no Inter antes de poder estrear - Ricardo Duarte/Inter
Gabriel Mercado participa de treinamento no Inter antes de poder estrear Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

04/08/2021 12h00

O Inter trabalha para regularizar o contrato de Gabriel Mercado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF para que a estreia possa ocorrer no domingo (8), contra o Flamengo. Mas além de esperadas soluções para o time, o ingresso dele também causará uma disputa particular entre os estrangeiros do grupo.

O Colorado tem sete jogadores de outras nacionalidades jogando com alguma regularidade e apenas cinco podem atuar por partida segundo regulamento do futebol brasileiro. Desta forma, dois sempre sobrarão.

O principal candidato a ficar fora é o jovem Juan Cuesta. O atacante colombianos 19 anos retorna ao time sub-20, do qual ainda faz parte oficialmente. Foram dois jogos pelo time de cima até agora.

Em seguida, a disputa pode ser colocada como "forças iguais" e a avaliação caberá à comissão técnica a cada rodada.

Hoje, o chileno Carlos Palacios não é titular do time. O mesmo vale para Paolo Guerrero, que ainda busca a melhor condição física e ritmo de jogo. O peruano ainda sofre com concorrência forte no setor de campo em que atua. Os dois poderiam ser os mais cotados para deixar a lista de relacionados no início.

Porém, o peruano nunca terá ritmo de jogo se não for utilizado. E Palacios pode mudar o perfil ofensivo do time quando entrar, ainda mais agora sem Mauricio, que está lesionado e para por um mês.

Bruno Méndez, que é uruguaio, foi titular até agora e teve boas atuações. Mas a entrada de Mercado pode significar sua saída. Saravia retornou de lesão e voltou a ser titular, mas também vê o posto ameaçado pela entrada de Mercado. E o trio argentino se completa com Cuesta, que até então sempre foi absoluto na equipe.

Para começar a ter esta dúvida, Diego Aguirre, que também é estrangeiro, precisa ser autorizado a utilizar Mercado. Tudo depende da autorização legal ser dada até sexta-feira.

Internacional