PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras vence o Fluminense e garante mais uma rodada na liderança

Diego Iwata Lima

De São Paulo

24/07/2021 20h53

Classificação e Jogos

O Palmeiras venceu o Fluminense em casa por 1 a 0, chegou a 31 pontos e garantiu mais uma rodada na liderança do Brasileirão, já que tem seis pontos a mais que o vice-líder Atlético-MG. O gol da vitória saiu em cruzamento de Raphael Veiga no segundo tempo, mas foi anotado contra, pelo zagueiro Manoel. Com o resultado, o Palmeiras chega a nove vitórias em sequência, sendo sete pelo Brasileirão, e se mantém invicto em casa, agora pela 18ª partida seguida.

Já o Flu segue sem conseguir somar pontos no Allianz Parque, com um retrospecto impressionante de oito derrotas em oito jogos na casa alviverde. Os cariocas ficam com 17 pontos na tabela, em nono.

O Fluminense foi superior na primeira etapa, com chances claras e intervenções decisivas de Zé Rafael e Weverton para evitar gols. O Palmeiras se complicou com a marcação alta levada a campo pelo time de Roger Machado, e recorreu a lançamentos, sem êxito. Se o Flu descesse para os vestiários com placar favorável, não seria injusto.

O Palmeiras voltou muito melhor na segunda etapa e deu sorte, em erro de seu ex-jogador Egídio, para abrir o placar logos aos 8min com gol contra de Manoel. O Flu então teve de se abrir e passou a dar espaços para o Palmeiras, que os aproveitava para chegar ao ataque.

Deyverson faz jogo ruim e Zé Rafael domina o meio-campo

O camisa 16 fez seu pior jogo desde o retorno ao Palmeiras. Não acertou nenhum domínio e até perdeu disputas em bolas aéreas, sua especialidade. Já Zé Rafael, mais uma vez, foi importantíssimo na defesa, evitando gols quase como goleiro, e na articulação, colocando a boa no chão e organizando o jogo.

Nenê começou bem, mas caiu, e Yago foi xerife tricolor

Os dois veteranos se destacaram de modo inverso. Nenê até começou bem, com alguns bons passes, mas o fôlego foi acabando. Ele chegou até a tropeçar na bola pouco antes de sair. Já Yago Felipe apareceu bem em lances de ataque do Palmeiras.

Zé Rafael faz excelente "defesa" aos 6min

O Fluminense esteve a literalmente um metro de abrir o placar logo no começo. Após linda troca de passe pela esquerda do ataque, com duas triangulações, Nenê deixou Gabriel Teixeira frente a frente com o goleiro Weverton, que foi driblado. O atacante tricolor bateu com consciência, mas Zé Rafael apareceu do nada, num carrinho salvador, e evitou o gol com o peito. No rebote, Teixeira bateu de novo, mas mais fraco. Zé tirou novamente.

Fluminense surpreende na marcação, e Palmeiras usa lançamentos e inversões

Além de chegar forte ao ataque, o Flu complicou muita a saída para o jogo do Palmeiras na etapa inicial. O Alviverde, com muita dificuldade em chegar pelo chão, trabalhava bastante as bolas esticadas e inversões. Mas a defesa do Flu retomava a posse de bola quase sempre com facilidade.

Weverton salvou o time em lance que o VAR validaria, aos 33min

A jogada começou em um dos muitos lançamentos interceptados pelo Fluminense. Manoel veio como um míssil e se antecipou a Scarpa com uma cabeçada que virou lançamento para Fred. O veterano dominou já na área e tocou para o não menos experiente Nenê, livre, na direção da trave oposta. Na batida, Weverton fez ótima defesa. O bandeira assinalou impedimento de Fred, mas na revisão do VAR, o gol seria validado, porque o lance foi normal.

Palmeiras abre placar com ajuda de Egídio no início do 2º tempo

Em um ataque pela direita, Marcos Rocha enfiou para Raphael Veiga. A bola estava mais para o lateral do Fluminense do que para o palmeirense, mas Egídio não conseguiu cortar. Veiga foi à linha de fundo e cruzou para trás. Ao tentar cortar, Manoel fez contra: Palmeiras 1 a 0, e mudou totalmente o jogo.

Fluminense se cansou, e Palmeiras cresceu

Com muitas substituições, que entre outros colocou Dudu e Willian em campo, o Palmeiras colocou velocidade para cima do Fluminense, que mostrou sinais de cansaço no ataque e na defesa. Não por acaso, Fred e Nenê foram sacados por Roger, na tentativa de fazer o time se movimentar com mais rapidez.

Palmeiras tenta jogar nas costas do Flu, que faz blitz aérea

Nos minutos finais, o Palmeiras ficou o tempo inteiro tentando encaixar uma jogada nas costas da marcação tricolor, já que os cariocas tiveram de se lançar à frente. Já o Flu pressionou, mas não conseguia chegar pelo chão, e tentava bolas aéreas. Em vão.

PALMEIRAS 1X0 FLUMINENSE

Motivo: Campeonato Brasileiro, 13ª rodada

Local e Horário: Allianz Parque, 19h

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)

Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Júnior, ambos do DF

VAR: Elmo Alves Resende Cunha, de Goiás

Gols: Manoel, contra (PAL)

Cartões Amarelos: Fred e Manoel (FLU); Felipe Melo (PAL)

Cartões Vermelhos:

Palmeiras: Weverton, Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Renan; Danilo, Zé Rafael (Victor Luis) e Gustavo Scarpa (Dudu); Raphael Veiga (Patrick de Paula), Deyverson (Willian) e Wesley (Breno Lopes). Técnico: João Martins

Fluminense: Marcos Felipe, Samuel Xavier, Manoel, David Braz e Egídio; Martinelli e Yago Felipe, Caio Paulista (Luiz Henrique), Nenê (Cazares) e Gabriel Teixeira; Fred (Abel Hernández). Técnico: Roger Machado

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do que foi publicado na ficha técnica da partida, o titular na zaga do Palmeiras foi Felipe Melo, e não Luan. O erro foi corrigido.

Futebol