PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Dedé rasga elogios a Nacho: 'ele é craque de estar na seleção da Argentina'

Dedé teve Nacho como adversário na Libertadores de 2019, quando encarou o River Plate nas quartas - Bruno Haddad/Cruzeiro
Dedé teve Nacho como adversário na Libertadores de 2019, quando encarou o River Plate nas quartas Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Guilherme Piu e Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

23/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

Aos 33 anos e há dois sem fazer uma partida oficial, devido a uma grave lesão no joelho, o zagueiro Dedé está totalmente recuperado, ouve propostas e, em breve, deverá voltar a vestir a camisa de um clube do futebol brasileiro. Livre no mercado, após acertar rescisão com o Cruzeiro, o jogador foi procurado pelo Atlético-MG, em 2020, mas, naquele momento, não se via pronto para retornar aos gramados.

Em entrevista exclusiva concedida ao Uol Esporte, Dedé falou sobre as consultas que tem recebido e foi perguntado sobre um argentino que encanta os torcedores do Galo. Em 2019, pela Raposa, ele encarou Nacho Fernández que, naquela época, defendia o River Plate —curiosamente, os Millionarios serão adversários do Galo nas quartas de final da atual edição da Libertadores.

"Joguei contra ele quando ele estava no River Plate, naqueles dois jogos [do Cruzeiro pela Libertadores], em 2019. Impressionante, um cara de muita qualidade, muito inteligente. Não é que ele é desengonçado, mas ele não tem o porte de atleta profissional e tal, não é o cara fortão", destacou que o zagueiro.

"Náo é baixo, é espigado. Não é canelinha fina, é que ele usa a meia baixa e a caneleira dele fica na panturrilha. Ele é o largado do futebol, de muita qualidade. Impressionante a inteligência desse Nacho. Ele vai brigar com o Atlético-MG por título e craque do Brasileirão. Ele é craque, craque de estar na seleção da Argentina".

dedé - Vinnicius Silva - Vinnicius Silva
Nacho Fernández, hoje no Atlético-MG, em duelo contra o Cruzeiro na Libertadores de 2019, quando defendia o River
Imagem: Vinnicius Silva

Pronto para voltar

Treinando forte no Rio de Janeiro, onde reside com a família, Dedé se diz apto a poder voltar a atuar em alto nível. Porém, sabe que o próximo clube deverá ter um pouco de paciência até que esteja 100% fisicamente.

"Bem fisicamente eu já estou. Se eu for para um clube as pessoas já entenderão para o que eu vou. Entender como eu estou indo, como eu vou jogar, é assim que eu penso que deve acontecer. Joga um jogo, o outro espera. Receio de clubes pode ser a questão salarial, então se for, esquece, eu penso só na questão da produção. O que eu render pelo clube para voltar ao cenário, isso é importante citar", explicou.

"Será assim. Eu estou disposto a fazer produtividade (contrato), acho justo, até por de repente não conseguir atuar em todos os jogos por precisar de uma atenção a mais fora da grama, nos bastidores em relação ao treinamento físico, algo mais específico", concluiu.

Atlético-MG