PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Jair Bolsonaro vai a jogo do Flamengo na Libertadores usando máscara

O presidente Jair Bolsonaro acompanha a partida entre Flamengo e Defensa y Justicia, no Mané Garrincha - Reprodução
O presidente Jair Bolsonaro acompanha a partida entre Flamengo e Defensa y Justicia, no Mané Garrincha Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

21/07/2021 21h59Atualizada em 21/07/2021 23h42

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) marcou presença hoje na goleada do Flamengo por 4 a 1 sobre o Defensa y Justicia, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela Libertadores. Bolsonaro, que já fez diversos discursos criticando o uso de máscara, foi ao jogo usando a proteção, utilizada para evitar a disseminação do coronavírus.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro e o General Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, também estiveram presentes.

Para assistir in loco ao confronto válido pelas oitavas da Libertadores, Bolsonaro vai driblar as recomendações de sua equipe médica, que recomendava descanso. O protocolo de segurança para sua chegada está em curso. Para ingressar no jogo do Flamengo, o protocolo obrigava que os presentes tivessem sido vacinados com as duas doses da vacina contra covid ou apresentassem exame de PCR. O presidente Bolsonaro sempre afirmou que não se vacinaria. Não é possível afirmar que apresentou o exame exigido.

Ainda hoje, no início da tarde, a cúpula do Flamengo considerava improvável a ida do presidente, que desfruta de boa interlocução com o clube, ao estádio. A informação era de que o vice-presidente Hamilton Mourão, flamenguista, seria o representante do governo nas tribunas.

Bolsonaro sempre se mostrou favorável ao retorno do público aos estádios e também à manutenção das competições em solo nacional.

General Heleno e Michelle Bolsonaro - Reprodução - Reprodução
O general Heleno, do GSI, ao lado da primeira-dama Michelle Bolsonaro no Estádio Mané Garrincha, durante o jogo do Flamengo
Imagem: Reprodução

Flamengo