PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Recorde de Moreno vira esperança em meio a tropeços do Cruzeiro na Série B

Marcelo Moreno celebra um dos seus gols no empate do Cruzeiro contra o Botafogo, no estádio Nílton Santos - Jorge Rodrigues/Jorge Rodrigues/AGIF
Marcelo Moreno celebra um dos seus gols no empate do Cruzeiro contra o Botafogo, no estádio Nílton Santos Imagem: Jorge Rodrigues/Jorge Rodrigues/AGIF

Do UOL, em São Paulo

11/07/2021 04h00

O jogo diante do Botafogo foi marcado por altos e baixos pela equipe do Cruzeiro, mas, para o atacante Marcelo Moreno, foi especial. Com os dois gols anotados no empate por 3 a 3, o boliviano chegou à marca de 51 tentos pelo time mineiro, ultrapassou o uruguaio Arrascaeta (50 gols) e assumiu o posto de estrangeiro com mais bolas nas redes na história da Raposa.

A entrada de Moreno no intervalo do jogo diante do adversário carioca fez toda a diferença para o ânimo e efetividade do Cruzeiro nos 45 minutos finais. Com dois gols e muita movimentação, o atacante só não deu a vitória ao time celeste por causa do gol de pênalti de Chay, já nos acréscimos do segundo tempo.

O bom desempenho do atacante no último fim de semana dá esperança ao torcedor, que quando olha a tabela da Série B vê o Cruzeiro mais perto da zona de rebaixamento do que da zona de acesso à elite do Brasileirão.

Nos últimos quatro jogos, foram quatro empates: 3 a 3 diante do Botafogo e do Guarani, além do 0x0 contra o Brasil de Pelotas e diante do Coritiba. Se aumentarmos a contagem nos últimos jogos, entra uma derrota para o CSA, por 2 a 1, na sétima rodada da competição.

Outro ponto negativo da equipe mineira é o sistema defensivo. Com os três gols sofridos diante do Botafogo, a Raposa tem como marca negativa a defesa mais vazada da Segundona, com 19 gols sofridos, quatro a menos que o CRB, que ocupa a quarta colocação.

O foco do Cruzeiro agora é o Avaí, adversário da Raposa pela 12ª rodada da Série B. A partida será no próximo sábado (17), no estádio Mineirão.

Cruzeiro