PUBLICIDADE
Topo

Barcelona

Griezmann perde patrocínio da Konami após vazamento de vídeo xenofóbico

Antoine Griezmann, do Barcelona, durante jogo contra o Ibiza pela Copa do Rei - Quality Sport Images/Getty Images
Antoine Griezmann, do Barcelona, durante jogo contra o Ibiza pela Copa do Rei Imagem: Quality Sport Images/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

07/07/2021 10h09

O vídeo que veio à tona nos últimos dias está saindo caro a Antoine Griezmann. Dessa vez, o jogador francês perdeu o patrocínio da Konami. A empresa japonesa cancelou seu contrato com o atacante.

Konami havia contratado Griezmann como seu embaixador há apenas um mês. A empresa detém a franquia de jogos Barcelona e-Football PES e anunciou que pedirá ao clube, como parceiro, que explique os detalhes deste caso e suas ações futuras.

No anúncio da chegada do craque francês como embaixador do luxo da empresa foi revelado que ele participaria no desenvolvimento de uma carta inspirada nele. Pela primeira vez, deveria ser adicionado ao Yu-Gi-Oh! , um cartão colecionável e jogável inspirado no último embaixador do jogo.

O vídeo em questão foi feito em um hotel no Japão durante uma pré-temporada do Barça. Nele, Ousmane Dembelé faz um comentário xenofóbico com relação aos funcionários do hotel que estavam no quarto de Griezmann. A filmagem desencadeou muitas críticas que alegavam uma atitude racista por parte dos jogadores.

Os dois jogadores do Barça pediram desculpas, e até Rakuten, o patrocinador oficial da entidade, achou que era uma atitude "inaceitável" e que ele falará com o clube espanhol para pedir explicações.

Barcelona