PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Hulk esbraveja contra árbitro: 'ser forte impede que eu sofra falta?'

Hulk domina a bola diante da marcação de jogador da Chapecoense pelo Brasileiro - Fernando Moreno/AGIF
Hulk domina a bola diante da marcação de jogador da Chapecoense pelo Brasileiro Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Do UOL, em Belo Horizonte

21/06/2021 22h09

Classificação e Jogos

"Já está virando marcação". Após o empate em 1 a 1 com a Chapecoense, em jogo disputado nesta segunda-feira (21), no Mineirão, o atacante Hulk desabafou contra a arbitragem. Segundo o camisa 7 do Atlético-MG, o fato de ser forte fisicamente não quer dizer que não pode cair ao ser atingido pelos adversários. Bravo, ele destacou que ouviu comentário desnecessário e, ao reclamar do cartão amarelo recebido em outro lance, não teve a oportunidade do diálogo, como se faz comum em outras partes do mundo.

"A responsabilidade é toda nossa, perdemos o jogo, porque o empate em casa para nós é uma derrota. Temos que melhorar. A questão do árbitro eu digo que é preciso ter diálogo. Ele veio e disse que não quer que eu fique caindo. Depois ele me diz que eu dei carrinho por trás. Toda hora o árbitro diz para eu não ficar caindo. O fato de eu ser forte impede que eu sofra falta? Ah, pelo amor de Deus", esbravejou em entrevista ao Première.

Com 11 gols marcados na temporada, Hulk é o artilheiro do Atlético-MG. Hoje, porém, passou em branco após desperdiçar boas oportunidades na partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, disputada em Belo Horizonte.

Atlético-MG