PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Bahia tenta liberação de Nino Paraíba para partida contra o Corinthians

Nino Paraíba pode ser liberado para jogar contra o Corinthians  - Jhony Pinho/AGIF
Nino Paraíba pode ser liberado para jogar contra o Corinthians Imagem: Jhony Pinho/AGIF

Josué Seixas

Colaboração para o UOL, em Maceió

19/06/2021 21h07

Classificação e Jogos

O Bahia informou na noite de hoje (19) que está tentando a liberação do lateral-direito Nino Paraíba para a partida de amanhã (20) contra o Corinthians, válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador foi suspenso por sete jogos por conta da confusão iniciada na final da Copa do Nordeste contra o Ceará.

Ele já cumpriu seis jogos da punição, mas o Bahia tenta contar com o atleta em menos tempo e ingressou com recurso no STJD na última segunda-feira (14).

"Na semana passada, o tribunal atendeu pedido do Bahia e liberou o zagueiro Juninho e o meia Daniel, assim como todos os atletas do Ceará envolvidos no episódio em questão, inclusive com punição superior à recebida por Nino. Em ambos os casos, a decisão ocorreu no dia seguinte", escreveu o clube por meio de nota.

Além de Nino, foram suspensos Juninho e Daniel, ambos por seis jogos, do lado do Bahia. No Ceará, Mendonza foi condenado a pegar um gancho de oito jogos, enquanto Jael foi suspenso por sete e Gabriel Dias por seis.

Todos os atletas, exceto Nino, foram liberados até o momento, mas aguardam um novo julgamento para a definição das punições. Na primeira vez em que pediu o efeito suspensivo, entretanto, o Bahia não incluiu o nome de Nino, que estava lesionado.

A partida entre Bahia e Corinthians será disputada no Estádio de Pituaçu, às 16h.

Confira a nota do Bahia:

O Esporte Clube Bahia vem a público informar que desde a última segunda-feira (14) ingressou com recurso no STJD solicitando a concessão de efeito suspensivo em favor do lateral direito Nino Paraíba e segue aguardando a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Na semana passada, o tribunal atendeu pedido do Bahia e liberou o zagueiro Juninho e o meia Daniel, assim como todos os jogadores do Ceará envolvidos no episódio em questão, inclusive com punição superior à recebida por Nino.

Em ambos os casos, a decisão aconteceu no dia seguinte.

O atleta, que não conseguiu enfrentar o Ceará na quinta (17), permanece com esperança de entrar em campo contra o Corinthians, neste domingo (20), também pelo Campeonato Brasileiro.

Futebol