PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

No museu da Conmebol, Nacho tira foto com bola de maior feito da carreira

Nacho segura a bola da decisão da Libertadores de 2018 entre River x Boca - Pedro Souza/Atlético
Nacho segura a bola da decisão da Libertadores de 2018 entre River x Boca Imagem: Pedro Souza/Atlético

Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

17/06/2021 14h12

Faltando 26 dias para o primeiro confronto do Atlético-MG contra o Boca Juniors-ARG, pelas oitavas de final da Libertadores, um dos principais jogadores do elenco do clube mineiro vive a expectativa de enfrentar aquele que foi o seu maior rival enquanto defendeu a camisa do River Plate.

Hoje (17), enquanto esperava para receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19, o meia Nacho Fernández aproveitou para visitar o museu da Conmebol, em Assunção, no Paraguai, e segurar nas mãos a bola mais especial de sua carreira. Em 2018, o jogador de 31 anos encarou o arquirrival na grande decisão do torneio de clubes mais importante da América do Sul.

Na ocasião, por confusões envolvendo as torcidas em solo argentino, a partida decisiva foi disputada no Santiago Bernabéu, em Madri. Comandados pelo multicampeão Marcelo Gallardo, Fernández e os demais companheiros foram superiores e, num baile na Espanha, colocaram o Boca na roda e venceram por 3 a 1, ficando com o caneco.

"Eu queria jogar contra o Boca. Para ganhar a Copa, você tem que jogar com quem aparece, e apareceu uma chave difícil, mas temos que enfrentá-la da melhor maneira. Pessoalmente, era o que eu queria", disse em entrevista recente à Rádio Mitre, da Argentina.

"É sempre bom enfrentar o Boca e, pessoalmente, eu queria muito. Conversei sobre isso com meus amigos da minha cidade, alguns torcedores do Boca e disse a eles que íamos nos encontrar e simplesmente aconteceu", acrescentou.

Pelo Atlético-MG, Nacho já fez 17 partidas e anotou 4 gols. Se recuperando de uma gripe, ele ficou de fora da vitória de ontem (16) sobre o Internacional, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, mas, mesmo assim, pôde receber a segunda dose do imunizante contra o novo coronavírus.

O primeiro duelo entre Galo x Boca está marcado para 13 de julho, em La Bombonera, na Argentina, e o segundo para uma semana depois, no Mineirão, em Belo Horizonte. Caso não seja convocado para defender a seleção nos Jogos Olímpicos, o camisa 26 será peça fundamental para Cuca nos confrontos contra os Xeneizes.

nacho - Pedro Souza/Atlético - Pedro Souza/Atlético
Nacho Fernández em visita ao museu da Conmebol, em Assunção, no Paraguai
Imagem: Pedro Souza/Atlético

Atlético-MG