PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Sobrevivente volta a jogar mais de dois anos depois de incêndio no Ninho

Jhonata Ventura, sobrevivente do incêndio no CT do Flamengo, voltou aos gramados após mais de dois anos da tragédia - Reprodução FlaTV
Jhonata Ventura, sobrevivente do incêndio no CT do Flamengo, voltou aos gramados após mais de dois anos da tragédia Imagem: Reprodução FlaTV

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/06/2021 15h28

O sábado foi especial para Jhonata Ventura. Sobrevivente do incêndio no Ninho do Urubu, ele voltou aos gramados na tarde de hoje (12), na Gávea, no duelo entre o Flamengo e o América-MG, pelo Campeonato Brasileiro Sub-17. O retorno acontece mais de dois anos depois da tragédia.

O Rubro-Negro goleou por 4 a 0, com dois gols de Matheus França, um de Victor Hugo e outro Matheus Gonçalves. Ventura iniciou no banco e entrou na reta final da partida. Com o placar, a equipe manteve os 100% de aproveitamento após seis rodadas e garantiu a classificação às quartas de final, com três rodadas de antecipação.

"Queria agradecer a cada um que me mandou energia durante esses dois anos de recuperação. Não tenho o que reclamar. Torcida sempre me ajudou muito, me fez rir em momentos em que estava triste. Agradecer à toda nação. E é isso, vamos lutar. Cada um dos companheiros que estiver lá dentro, cada um que veio para o jogo, vai lutar e dar o sangue para dar o título para essa camisa tão pesada no futebol", disse, à FlaTV.

O incêndio no CT do Rubro-Negro aconteceu em fevereiro de 2019 e 10 jovens morreram. Jhonata teve 30% do corpo queimado e recebeu alta hospitalar após mais de dois meses entre o Hospital Pedro II, em Santa Cruz, e o Hospital Vitória, na Barra da Tijuca.

No decorrer deste período, o jogador passou pelo processo de recuperação. Em janeiro de 2020, ele voltou a fazer trabalhos no campo. A pandemia de coronavírus e as consequências para o calendário nas categorias inferiores acabou se tornando um obstáculo a mais.

Cauan Emanuel e Francisco Dyogo também ficaram feridos no incêndio e precisaram ser hospitalizados, mas receberam alta semanas depois e, ainda em 2019, voltaram aos gramados. O primeiro, recentemente, foi anunciado pelo Fortaleza, enquanto o segundo permanece no Fla e é companheiro de elenco de Jhonata.

Futebol