PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Flamengo garante liderança do grupo em empate sem gols com Vélez Sarsfield

Do UOL, no Rio de Janeiro

27/05/2021 22h54

Classificação e Jogos

O Flamengo confirmou o primeiro lugar no Grupo G da Copa Libertadores. O empate sem gols diante do Vélez Sársfield-ARG nesta noite levou o clube carioca aos 12 pontos e também confirmou a classificação dos argentinos na segunda posição da chave, com 10 pontos. Mesmo com força total, o Flamengo não conseguiu imprimir intensidade em campo e criar chances claras de gol. O Vélez, por sua vez, raramente se mostrou incomodado com o empate. Nesse ritmo, o que se viu no Maracanã foi um jogo morno ao longo de 90 minutos.

Agora o Flamengo dá uma pausa na Libertadores e começa a preparação para enfrentar o Palmeiras, no próximo domingo (30), pela primeira rodada do Brasileirão 2021. A bola rola às 16h, no Maracanã. A competição continental volta a ter partidas apenas em julho e o Flamengo conhecerá seu adversário, nas oitavas de final, após sorteio na terça (1º).

Início aberto

O Flamengo encontrou grande dificuldade na saída de bola no começo do jogo, o que fez o Vélez assustar. Com a marcação "mais alta", porém, a equipe argentina deixava espaços e a equipe rubro-negra também conseguia avançar bem — Arrascaeta chegou a carimbar a trave. Mas esse agito só durou por alguns minutos.

Volta "ativa"

De volta ao time titular após se recuperar de uma fibrose na coxa direita, o goleiro Diego Alves foi uma das vozes mais ativas do time. Procurou sempre orientar os companheiros em diversos momentos do jogo, tanto em lances defensivos quanto nas subidas ao ataque.

Ousadia argentina

O Vélez Sarsfield não se intimidou por estar no Maracanã e fez uma atuação segura no primeiro tempo. A pressão alta incomodava a saída rubro-negra e o clube visitante oferecia perigo. Mancuello, ex-Fla, tentou até gol olímpico.

Lento e espaçado

Após a blitz do primeiro tempo, o Flamengo não conseguiu imprimir intensidade e pouco incomodou o Vélez. A equipe de Rogério Ceni se mostrou espaçada e sem velocidade na transição, o que dificultava a criação de chances. Nas poucas vezes em que conseguiu encaixar os passes, fez a defesa adversária trabalhar.

Visitantes barulhentos

Dirigentes e membros da delegação do Vélez ficaram em um dos camarotes do Maracanã. Apesar de poucos, podia-se ouvir as reações a cada lance, seja para reclamar da arbitragem ou incentivar o time.

Fla mais perigoso

Na volta para o segundo tempo, o Flamengo se mostrou um pouco mais bem estruturado e conseguiu criar algumas boas chances de balançar a rede, com destaque para Gustavo Henrique quase marcando de cabeça. O Vélez, por sua vez, apostava nas saídas em contra-ataque, mas falhava na intermediária ofensiva.

Final morno

Os treinadores mexeram nas equipes ao longo da segunda etapa, mas nada que alterasse de maneira significativa o panorama da partida. O Vélez estava cada vez mais satisfeito com o empate e o Fla, mesmo com alterações, não incomodou muito pouco: só a finalização de Vitinho, aos 43 minutos do segundo tempo, levou algum perigo para meta de Hoyos.

"Recordar é viver"

A torcida do Flamengo fez questão de colocar uma bandeira em homenagem ao "gol do Pet" na arquibancada para o duelo com o Vélez. Hoje (27), o histórico gol marcado pelo sérvio na final do Campeonato Carioca de 2001, contra o Vasco, completou 20 anos.

Bandeira Flamengo Gol do Pet - Alexandre Araújo / UOL Esporte - Alexandre Araújo / UOL Esporte
Faixa no Maracanã relembrou 20 anos do gol que consagrou o Flamengo tricampeão carioca.
Imagem: Alexandre Araújo / UOL Esporte

Libertadores - Fase de Grupos
Onde
: Maracanã
Horário: 21h (Horário de Brasília)
Árbitro: Leodan Gonzáles (URU)
Auxiliares: Richard Trinidad e Andrés Nievas (URU)
Cartões Amarelos: Gerson (FLA), Gustavo Henrique (FLA), Rodrigo Caio (FLA); Ortega (VEL), Cáseres (VEL).
Cartão Vermelho: Ortega (VEL);

Flamengo: Diego Alves; Isla, Gustavo Henrique (Léo Pereira), Rodrigo Caio e Filipe Luis; Gerson (João Gomes), Diego (Vitinho), Everton Ribeiro (Hugo Moura) e De Arrascaeta; Pedro (Rodrigo Muniz) e Gabigol. Técnico: Rogério Ceni.

Vélez Sársfield-ARG: Hoyos; Guidara, De Los Santos, Giannetti e Ortega; Cáseres, Mancuello (Poblete), Almada (Tarragona), Bouzat (Brizuela) e Janson (Centurión); Lucero (Pellegrino). Técnico: Mauricio Pellegrino.

Flamengo