PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Flausino dá spoiler do 'SuperBão' e vibra com show na final do Mineiro

A banda mineira fará um show no intervalo da decisão do Campeonato Mineiro 2021, apelidado de "Superbão" - Assessoria/Superbão
A banda mineira fará um show no intervalo da decisão do Campeonato Mineiro 2021, apelidado de 'Superbão' Imagem: Assessoria/Superbão

Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

22/05/2021 04h00

Classificação e Jogos

"Dias melhores pra sempre". Esta frase marcante de uma das músicas de maior sucesso do Jota Quest ilustra bem o sentimento de quem torce para que a pandemia do novo coronavírus saia definitivamente de campo e dê lugar à vida normal. E foi justamente a canção que a banda escolheu para abrir o show que fará neste sábado (22), no intervalo da decisão estadual entre Atlético-MG x América, marcada para às 16h30 no Mineirão.

Pensando em fazer da última partida do Mineiro um grande espetáculo, a administração da arena, em parceria com a Brahma e a FMF (Federação Mineira de Futebol), abriu as portas para que Rogério Flausino e seus companheiros entrem em ação e façam o Gigante pulsar, mesmo que sem os milhares de torcedores ocupando suas cadeiras, como era costume até março do ano passado, quando o mundo começou a ser assolado pela covid-19.

O "Superbão", nome dado ao mini-show do Jota Quest neste sábado, é a versão mineira do Super Bowl, um dos maiores eventos esportivos do planeta. Enquanto Cuca e Lisca estiverem orientados os respectivos atletas nos vestiários, a bola dará lugar ao microfone.

"Adorei esse nome. Achamos muito legal a oportunidade. Nosso Galo Doido está na final ao lado do América. Oportunidades para tocar no Mineirão a gente não pode deixar passar. Infelizmente, por enquanto, não podemos ter estádios lotados. Nos fizeram esta proposta de fazer um showzinho no intervalo. Será rápido, mas com um visual super bacana. Vai ser bom para torcermos de perto para o nosso Galão", comenta Rogério Flausino, vocalista do Jota Quest, ao UOL Esporte.

"Quem me dera poder fazer o show inteiro. Temos cerca de 10 a 12 minutos. Pegamos algumas músicas [antigas], além da nossa música do momento [Imprevisível], que estará no nosso novo disco. Faremos a abertura com "Dias Melhores", para deixarmos uma mensagem de boas expectativas para o que vem por aí e para que façamos uma reflexão sobre este momento de pandemia. Numa situação normal, estaríamos com o estádio lotado. Estamos na expectativa da vacina. Ela é a chave de tudo. Começaremos a viver um novo momento e esses dias melhores virão", acrescenta o mineiro, nascido em Alfenas, no sul do Estado.

Atleticano assumido, Flausino quer fazer do Superbão um evento para todas as torcidas. Enquanto estiver no palco - a estrutura será montada na arquibancada e o show será transmitido pelo Youtube da Brahma -, ele deixará o clima da decisão de lado; pelo menos é o que espera.

"Apesar do Jota Quest ser uma banca matematicamente atleticana, quatro contra um cruzeirense, o Marco Túlio, estaremos ali para celebrar o futebol o mineiro. Vamos segurar a peteca. Assim é mais legal. Fora, estarei torcendo pra caramba para o Galo levar mais essa. Também sou filho de Deus, né", brinca o cantor.

"Meu pai e minha esposa são cruzeirenses. Meu filho fala que é, mas estou tentando mudar esta história. A pressão é muito grande (risos). É bom aqui em casa, porque a gente se diverte com isso", completa Flausino.

O líder do Jota Quest é irmão do também músico Wilson Sideral, outro apaixonado pelo Atlético-MG que, em 2006, esteve na festa do retorno à Série A, dividindo o palco com a saudosa e eterna Beth Carvalho, que morreu em 2019.

Disputa do título mineiro

Marcado para as 16h, o jogo entre Atlético-MG x América terá mando do alvinegro. No primeiro duelo entre eles, na semana passada, o placar da Arena Independência não saiu do zero. Dono da melhor campanha da primeira fase, o Galo ganhou a vantagem de jogar por dois resultados iguais; com isso, com mais um ponto conquistado, ficará com a taça.

Atual campeão, o time comandado por Cuca terá pela frente o alviverde de Lisca. Desde que chegou ao Coelho, no ano passado, o técnico não conseguiu vencer o adversário de hoje. Em cinco partidas, foram três vitórias do Galo e outros dois empates.

Ficha do jogo
Atlético-MG x América-MG

Motivo: 2º jogo da final do Campeonato Mineiro 2021
Data: 22 de maio de 2021 (Sábado)
Horário: 16h30
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima

Atlético-MG: Everson; Guga, Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Tchê Tchê, Nacho Fernández; Savarino, Keno e Hulk. Técnico: Cuca.

América-MG: Matheus Cavichioli, Diego Ferreira, Anderson, Eduardo Bauermann, Marlon; Zé Ricardo, Alê, Juninho, Bruno Nazário; Felipe Azevedo (Ademir) e Rodolfo. Técnico: Lisca

Transmissão: Première

Atlético-MG