PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo domina, goleia o Mirassol e está na final do Paulistão

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

16/05/2021 22h23

Classificação e Jogos

O São Paulo está classificado para a final do Campeonato Paulista. Neste domingo (16), o Tricolor não tomou conhecimento do Mirassol e goleou, por 4 a 0, a equipe do interior paulista. Arboleda, Pablo, Gabriel Sara e Luciano foram responsáveis pelos gols. O time da capital dominou o adversário — seu algoz da edição anterior do Estadual — e, apesar de dificuldade no início da partida, fez valer o maior nível técnico. O Tricolor vai enfrentar o Palmeiras na final do estadual. O duelo não decidia um Paulistão desde 1992 e a grande decisão em 2021 será no Morumbi.

Foi mais uma excelente atuação da equipe comandada por Crespo e, principalmente, do meia Benitez. O camisa 8 são-paulino foi o principal responsável pelas chances criadas da sua equipe. Mesmo com a vantagem no placar, os comandados de Crespo seguiram em cima, sem deixar de buscar o gol.

Agora o São Paulo volta suas forças para a Copa Libertadores. O próximo compromisso da equipe é contra o Racing-ARG, na terça (18), às 21h30, no Morumbi e a partida pode garantir a classificação da equipe para próxima fase.

INÍCIO TENSO

O Mirassol provou, logo no início, que poderia ser perigoso. Saindo nos contra-ataques, chegou a assustar o goleiro Volpi no começo da partida. Acontece que esse ímpeto não evoluiu e, aos poucos, o Tricolor foi tomando conta do jogo.

DOMÍNIO TRICOLOR

O São Paulo virou esse panorama a partir dos 10 minutos e passou a dar as cartas em campo. Encaixou melhor a marcação e começou a se impor diante do adversário. Apesar do volume de jogo, faltava criar chances claras de gol. O maior incômodo ao goleiro Muralha eram chutes de fora da área. Apenas Benítez, após cobrança de lateral, e Miranda completando um cruzamento, conseguiram finalizar de dentro de área.

ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA...

O ditado se fez presente. Tanto lutou que logo conseguiu. O São Paulo abriu o placar após cobrança de escanteio de Benítez, no segundo pau. Muralha saiu mal do gol e o zagueiro Arboleda abriu o placar, no finalzinho do primeiro tempo. A liderança são-paulina fez jus ao melhor primeiro tempo e a equipe foi para o intervalo com vantagem.

SAI, ZICA!

Se no início do primeiro tempo, o Mirassol foi dono das ações, o São Paulo tratou de mudar esse cenário na etapa final. A marcação continuou agressiva e, logo aos quatro minutos, Pablo foi lançado no campo de ataque.

O atacante invadiu e área e tentou cavar na saída do goleiro, mas ia errando a finalização até que a bola encontrou Danilo Boza. Após o toque no zagueiro, a bola morreu no fundo das redes. E o São Paulo não queria mesmo dar espaço para o azar. Aos dez minutos, Benítez bateu escanteio, Miranda desviou no primeiro poste e Gabriel Sara, no segundo poste, completou para dentro do gol.

JOGO CONTROLADO

Com 3 a 0 no placar, coube ao São Paulo apenas controlar as ações do jogo. Crespo utilizou suas substituições para rodar o elenco e descansar os titulares. Eduardo Baptista também fez mudanças, buscando mais ofensividade da sua equipe, mirando ao menos um gol no Morumbi.

VOLTOU COM GOL

Luciano entrou em campo aos dezoito minutos na etapa complementar. Voltava após um período parado por lesão. Logo aos 11 minutos após a entrada, ele apareceu dentro da área para completar excelente jogada coletiva do São Paulo. O atacante completou cruzamento de Igor Vinícius e deu ainda mais tranquilidade para os donos da casa. Poucos minutos depois do gol, William marcou o seu, mas foi indicado o impedimento.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 4 X 0 MIRASSOL

Motivo: Semifinal do Campeonato Paulista;
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP);
Data e horário: 16 de maio de 2021, às 20h30 (de Brasília);
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira;
Assistentes: Anderson José de Morais Coelho e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa;
VAR: Márcio Henrique de Gois;
Cartão amarelo: Neto Moura e Daniel (MFC);
Gols: Arboleda, aos 44 do primeiro tempo; Pablo, aos 5 minutos, Gabriel Sara, aos 11 minutos, e Luciano, aos 29 minutos do segundo tempo;

SÃO PAULO: Volpi; Arboleda, Miranda, Léo; Igor Vinícius, Luan (William), Liziero (Rodrigo Nestor), Gabriel Sara (Igor Gomes), Reinaldo, Benitez (Rojas); Pablo (Luciano). Técnico: Hernán Crespo.

MIRASSOL: Alex Muralha; Daniel Borges, Danilo Boza, Renie, Ernandes; Sousa (Daniel), Neto Moura e Cássio Gabriel (Raphael Macena); Diego Gonçalves (Mateus Anderson), Fabrício (Lucas Souza) e Pedro Lucas. Técnico: Eduardo Baptista.

São Paulo