PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

RMP: Adoraria ver uma semifinal inteira brasileira na Libertadores

Do UOL, em São Paulo

11/05/2021 10h40

Classificação e Jogos

Com seis dos sete times brasileiros liderando seus grupos na Libertadores, casos de Atlético-MG, São Paulo e Fluminense, além de Flamengo, Internacional e Palmeiras, que os três que jogam hoje (11), Renato Maurício Prado afirma que gostaria de uma semifinal apenas com times do Brasil, algo que considera viável, a depender do sorteio.

Em sua participação no UOL News Esporte de hoje, com Domitila Becker, Renato afirma que Flamengo e Palmeiras estão um pouco melhores ainda, mas vê evolução nos times de Atlético-MG, Internacional e São Paulo, considerando que o único estrangeiro capaz de fazer frente atualmente é o River Plate.

"Sabe o que me deixará muito satisfeito se acontecer? É claro que depende de sorteio ainda depois das próximas fases, mas eu adoraria ver uma semifinal inteira brasileira e não é um sonho, a gente pode imaginar, por exemplo, uma final que tenha Palmeiras, São Paulo, Flamengo e Atlético-MG, já imaginou? Ou tirando um desses quatro e colocando o Internacional, que também é um time forte, não seria impossível", diz Renato.

"Eu acho que o único time estrangeiro, principalmente argentino, que tem chances de jogar de igual para igual com os brasileiros hoje em dia é o River Plate. Nem o Boca eu acredito que tenha mais capacidade de enfrentar os melhores brasileiros", completa.

Para o jornalista, também a depender de sorteio, uma final brasileira mais interessante hoje seria entre os dois últimos campeões, Flamengo e Palmeiras.

"Se fosse para dizer qual é a final entre os dois times mais fortes da Libertadores, eu acho que ainda poderia ser Flamengo e Palmeiras, mas quero ver, tem times que estão subindo muito de produção, o Atlético-MG está começando a encontrar o seu estilo de jogar, o Hulk voltou a fazer gol de tudo quanto é jeito, o Inter do Ramírez é um time que está em ascensão e o São Paulo do Crespo não precisa mais nada, só que o São Paulo do Crespo sofreu um duro golpe com essa história da perda do Daniel Alves aí por pelo menos uns 15 dias, o Luciano e o Eder também, acho que isso aí atrapalha um pouquinho o São Paulo", diz o colunista do UOL.

"Flamengo tem obrigação de ganhar e até golear o La Calera"

Para o jogo do Flamengo hoje contra o Unión La Calera, do Chile, que pode definir a classificação antecipada do clube rubro-negro, Renato acredita em outra goleada, assim como aconteceu no Maracanã, considerando como maior adversário o gramado sintético usado no estádio do time chileno.

"É a baba do grupo, o Flamengo já ganhou de 4 a 1 do La Calera no Maracanã e eu acho que tem a obrigação de ganhar hoje e até de goleada, é um jogo bom para fazer saldo de gols", diz Renato.

"O maior adversário do Flamengo para mim nesse jogo de hoje é o gramado sintético, porque é um gramado sintético daqueles lá da primeira geração, aqueles que quando o jogador cai, se rala todo, não tem nada a ver, por exemplo, com o gramado sintético do Allianz, mas acho que nem isso vai ser capaz de atrapalhar, acho que o Flamengo vence hoje com autoridade e se classifica", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol