PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Sem Hudson, Flu segura André, e volante será relacionado na Libertadores

Sem Hudson, André foi relacionado pelo Fluminense para Libertadores; clube pode ir ao mercado da bola por volante - Mailson Santana/Fluminense FC
Sem Hudson, André foi relacionado pelo Fluminense para Libertadores; clube pode ir ao mercado da bola por volante Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

04/05/2021 04h00

O Fluminense recebeu notícia ruim com a lesão de Hudson, e teve que mudar os planos no mercado da bola. Antes sem espaço, André não será mais negociado. Além disso, ele já foi relacionado para viajar para Barranquilla, onde o Tricolor enfrenta o Junior (COL) pela Copa Libertadores 2021.

Elogiado por Roger Machado, o jovem foi um dos poucos destaques da equipe de reservas e sub-23 que iniciou o Carioca, mas não teve muitas chances depois disso. Capitão em toda sua passagem pelas divisões de base do Flu em Xerém, o volante de 19 anos via concorrência forte na posição que também conta com Yago, Martinelli e Wellington, além de Yuri, Metinho e Wallace.

Em busca de mais minutos, André teve um acerto bem próximo com o CRB, mas a repercussão negativa da negociação "barrou" sua saída.

Além de interessar aos alagoanos, o volante também recebeu sondagens do rival Botafogo, o que foi visto com bons olhos por todas as partes. A lesão de Hudson, entretanto, abriu espaço para o jogador, que não será mais emprestado.

Constantemente convocado para as seleções brasileiras de base, André agrada também à comissão técnica de André Jardine, responsável pelo sub-20 e pela seleção olímpica. Na base tricolor, tinha até mais expectativa que Martinelli, hoje uma realidade e "dono" do meio de campo do Fluminense.

Flu deve ir ao mercado da bola na posição

Antes mesmo da lesão de Hudson, o Flu já mapeava o mercado da bola por contratações para a posição. Internamente, entretanto, André é visto como um primeiro volante, enquanto o experiente jogador, que virou desfalque, é considerado um segundo homem.

Na prática, o time titular de Roger Machado mantém a estrutura do tripé de Odair Hellmann e Marcão em 2020, com Yago e Martinelli, dois segundos volantes, trocando de posição no meio de campo. No banco, entretanto, além de André, o Tricolor não dispõe de opções prontas para entregar o que se espera no time. Apenas os jovens Metinho e Wallace poderiam atuar nesta função, mas receberam poucos minutos até aqui.

Jovens de Xerém, Metinho e Wallace não jogaram com Roger Machado no Fluminense - Mailson Santana/Fluminense FC - Mailson Santana/Fluminense FC
Jovens de Xerém, Metinho e Wallace não jogaram com Roger Machado no Fluminense
Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Agora sem Hudson, mesmo mantendo André, o Tricolor busca um volante mais dinâmico. Para isso, porém, precisará primeiro liberar alguns atletas e chegar aos números projetados para a folha salarial, parte do planejamento para reforçar a equipe em 2021. O clube busca incrementar os investimentos no elenco em 20% e, mesmo com o pacotão contratado para a Libertadores, se mantém dentro da conta.

Como só poderá modificar a lista de inscritos na competição internacional para as oitavas de final, o Fluminense trabalha com calma. Alguns nomes estão sendo avaliados pelo departamento de scout chefiado por Ricardo Correia.

Fluminense