PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Chapecoense lamenta tragédia em creche: 'Extremamente consternados'

Chapecoense lamenta tragédia em creche em Saudade (SC) - Twitter
Chapecoense lamenta tragédia em creche em Saudade (SC) Imagem: Twitter

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/05/2021 12h53

A Chapecoense usou seu perfil oficial no Twitter para lamentar a tragédia que aconteceu em uma creche no município de Saudades, em Santa Catarina. Além de desejar força aos envolvidos, o clube brasileiro afirmou estar 'extremamente consternado' com o acontecimento.

"Força, Saudades! Estamos extremamente consternados com a notícia da tragédia que acaba de acontecer no município de Saudades. Faltam palavras para mensurar a dor que estamos sentindo diante de tamanha atrocidade".

"Neste momento de profunda dor, estendemos a nossa solidariedade e o nosso desejo de força. O nosso coração e as orações de toda a nação Chapecoense estão com vocês", dizia o comunicado.

O município de Saudades fica próximo a Chapecó. Cerca de 67 quilômetros separam as duas cidades do oeste de Santa Catarina.

A tragédia:

Um jovem de 18 anos armado com um facão invadiu hoje uma creche municipal em Saudades, a 446 km de Florianópolis (SC), e desferiu golpes em crianças e adultos dentro do estabelecimento de ensino, segundo a Polícia Militar.

A Polícia Civil informou que duas crianças morreram no local e uma terceira morreu após atendimento médico no hospital em Saudades. Todos são alunos e tinham menos dois anos, confirmou o delegado Jerônimo Marçal.

De acordo com a PM, o atentado aconteceu na CEI (Centro de Educação Infantil) Pró-Infância Aquarela, para crianças de até 3 anos, após o homem entrar e "golpear com arma branca tipo facão" professores e alunos.

Ele foi preso na rua após tentar fugir, sendo encaminhado para atendimento médico e estado grave no Hospital Beneficente de Pinhalzinho, cidade vizinha. O rapaz não tem passagem pela polícia.

Luto oficial de três dias:

A governadora em exercício de Santa Catarina, Daniela Reinehr (sem partido), decretou luto oficial de três dias no estado por causa das vítimas do ataque a uma creche hoje na cidade de Saudades.

Assim como a governadora em exercício, outras personalidades políticas de Santa Catarina também se manifestaram sobre o ataque na creche. Carlos Moisés falou em "notícia devastadora", e disse que vê o episódio em Saudades como uma "chacina".

Futebol