PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2021

Flamengo goleia La Calera, vence segunda na Libertadores e mantém liderança

Gabigol, do Flamengo, celebra gol contra o La Calera, na Libertadores - Twitter Conmebol Libertadores
Gabigol, do Flamengo, celebra gol contra o La Calera, na Libertadores Imagem: Twitter Conmebol Libertadores

Alexandre Araújo e Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

27/04/2021 21h08

Classificação e Jogos

O Flamengo goleou o Unión La Calera, do Chile, na noite de hoje (27), no Maracanã, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores, mantendo os 100% de aproveitamento. O triunfo por 4 a 1 aconteceu com gols de Gabigol, duas vezes, Arrascaeta e um golaço de Pedro — Sáez descontou para os chilenos. Gabi, inclusive, está próximo de igualar o número de gols de Zico como maior artilheiro rubro-negro pela competição continental.

Com o resultado positivo, o Rubro-Negro chegou a seis pontos e ocupa a liderança do Grupo G. Na próxima rodada, o time do técnico Rogério Ceni, que havia derrotado o Vélez Sarsfield, da Argentina na estreia, encara a LDU, do Equador, fora de casa, na terça-feira.

No outro jogo da rodada, a LDU bateu o Vélez e chegou a quatro pontos, enquanto os argentinos permanecem sem pontuar na competição. Neste cenário, o duelo do Fla com os equatorianos vai valer a ponta da tabela do grupo.

Antes, a equipe da Gávea volta a campo no sábado, contra o Volta Redonda, no Raulino de Oliveira, pela primeira partida da semifinal do Campeonato Carioca.

Arrascaeta volta a brilhar

Em grande forma em 2021, Arrascaeta voltou a ser decisivo para o Flamengo. Com uma assistência e um gol, o uruguaio foi o principal construtor da equipe e tirou o Fla do sufoco. Ele marcou pela quinta vez em seu quinto jogo como titular na temporada.

Bruno Viana titular

Sem poder contar com Rodrigo Caio, que se recupera de fibrose na coxa direita, o técnico Rogério Ceni optou por Bruno Viana na zaga titular. O único reforço do Fla para a temporada formou dupla com Arão, que voltou à zaga depois de atuar como volante, posição de origem, contra o Volta Redonda. Na estreia, Gustavo Henrique havia sido o escolhido.

Fla "empurra" La Calera

O Flamengo começou a partida de forma intensa e "empurrando" a equipe chilena para o campo de defesa. O time de Rogério Ceni tinha a posse de bola e conseguia girar o jogo, mas encontrava dificuldades em furar o bloqueio adversário. Everton Ribeiro foi protagonista na construção de duas boas oportunidades criadas.

Teve gol do Gabigol, e Zico está na mira

O Rubro-Negro abriu o placar em um lance no "estilo Flamengo". Após troca de passes, Gerson aciona Arrascaeta na esquerda. O uruguaio, de primeira, cruza e encontra Gabigol nas costas da defesa. O camisa 9 só teve o trabalho de mandar para a rede.

O atacante abriu a contagem e, depois, fez o terceiro do Fla, para dar tranquilidade no placar. Na reta final, em um novo ataque "encaixado", Gabigol recebeu de Bruno Henrique, bateu e fez o terceiro do Fla, o segundo dele no jogo. Dessa forma, o camisa 9 chegou a 14 gols pelo clube em Libertadores e está a dois de igualar a marca de Zico no torneio.

A vez de Arrascaeta

Arrascaeta, do Flamengo, comemora gol em cima do La Calera, pela Libertadores - Twitter Conmebol Libertadores - Twitter Conmebol Libertadores
Imagem: Twitter Conmebol Libertadores

O La Calera mal se recuperou do primeiro gol e já teve de buscar a bola no fundo da rede novamente. A equipe chilena subiu em bloco, Everton Ribeiro roubou e o Fla conseguiu avançar em velocidade. Arrascaeta tabelou com Bruno Henrique e, sem muita dificuldade, fez o segundo do Fla.

Velho conhecido

O técnico Luca Marcogiuseppe fez alterações na equipe para o segundo tempo e, na vaga de Jeisson Vargas colocou Valdivia, velho conhecido dos brasileiros. O meia chileno teve duas passagens pelo Palmeiras e marcou época no Verdão. No início da etapa final, inclusive, o La Calera demonstrou melhora, com mais posse de bola e tendo mais presença no campo de ataque.

Minoria barulhenta

Um grupo de não mais de 10 pessoas que vieram com a delegação do La Calera fizeram muito barulho no Maracanã. Situados próximos ao Setor Sul do estádio, esses dirigentes gritaram alto a cada marcação contrária do juiz e tentaram incentivar o time os 90 minutos.

Nas costas

Sáez, do La Calera, comemora gol contra o Flamengo, em duelo pela Libertadores - Twitter Conmebol Libertadores - Twitter Conmebol Libertadores
Imagem: Twitter Conmebol Libertadores

O La Calera chegou ao gol em um lance com falha na marcação. Após lançamento longo de Ramírez, Sáez pegou em velocidade e bateu com estilo na saída de Diego Alves.

Fla melhora

Depois do susto, o Flamengo foi, aos poucos, retomando o controle do jogo. O time teve algumas oportunidades para voltar a mexer no placar, uma com Arrascaeta, em cobrança de falta, e outra com Gabigol, que não aproveitou bobeira do goleiro chileno. Em um outra boa investida, o camisa 9 subiu para cabecear e reclamou de um empurrão, mas a arbitragem mandou o jogo seguir. Depois, ele não perdoaria.

Golaço para fechar

Pedro entrou na reta final e teve tempo de ainda fazer um golaço. Ele recebeu na área, cortou e com um bonito toque por cobertura, fez o quarto do Fla. Um gol daqueles que poderia se dizer que "valeu o ingresso".

Substituição na arbitragem

Escalado para ser o árbitro da partida, o paraguaio Eber Aquino testou positivo para covid-19 e foi substituído pelo venezuelano José Argote.

Situação parecida já havia acontecido na estreia do Fluminense, contra o River Plate, da Argentina, na última semana. Na ocasião, Christian Schiemann, do Chile, árbitro assistente 1, e Eduardo Gamboa, do Chile, quarto árbitro, testaram positivo para covid-19 e foram cortados. Eles foram substituídos por Richard Trinidad, do Uruguai, e Andres Matonte, também do Uruguai, respectivamente.

Nova parceira

O Flamengo teve uma novidade antes de a boa rolar. O Rubro-Negro anunciou o Mercado Livre como nova patrocinadora. O contrato vai até o fim do ano que vem e o valor será de R$ 30 milhões por 18 meses, ou seja, R$ 1,5 milhão por mês.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 4 x 1 UNIÓN LA CALERA


Competição: Copa Libertadores - segunda rodada do Grupo G
Data: 27 de abril de 2021 (terça-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: José Argote (PAR)
Assistentes: Milciades Saldivar (PAR) e Luis Odieva (PAR)
Cartões amarelos: Vitinho (FLA); Valencia (ULC)
Cartão vermelho: -
Gols: Gabigol, do Flamengo, aos 31'/1ºT; Arrascaeta, do Flamengo, aos 35'/1ºT; Sáez, do La Calera, aos 11'/2ºT; Gabigol, do Flamengo, aos 35'/2ºT; Pedro, do Flamengo, aos 39'/2ºT

FLAMENGO: Diego Alves; Isla, Willian Arão (Leo Pereira), Bruno Viana e Filipe Luís; Diego (João Gomes), Gerson, Everton Ribeiro (Vitinho) e Arrascaeta (Michael); Bruno Henrique (Pedro) e Gabigol. Técnico: Rogério Ceni

UNIÓN LA CALERA: Arias, Simón Ramírez (Matías Fernández), Christian Vilches, Santiago García e Oyanedel; Valencia (Ariel Martínez), Wiemberg, Castellani (Liuzzi) e Jeisson Vargas (Valdivia); Cavalleri (Sáez) e Andrés Vilches. Técnico: Luca Marcogiuseppe.