PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Palmeiras: em analogia, Abel diz que tem "comido limões", mas mira limonada

Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, durante partida contra o Universitario, do Peru, pela Libertadores - Raul Sifuentes/Getty Images
Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, durante partida contra o Universitario, do Peru, pela Libertadores Imagem: Raul Sifuentes/Getty Images

Eder Traskini

Do UOL, em Santos (SP)

21/04/2021 23h56

O Palmeiras sofreu, mas venceu o Universitario (PER) por 3 a 2 em sua estreia na Copa Libertadores da América na noite de hoje (21). O Verdão abriu 2 a 0, mas cedeu o empate e conseguiu marcar o gol da vitória somente no último lance do jogo, com o jovem zagueiro Renan.

O técnico Abel Ferreira admitiu as dificuldades recentes em uma analogia durante a coletiva de imprensa. O treinador afirmou que vem "comendo alguns limões" ultimamente, em alusão às críticas e resultados negativos, mas que quer fazer deles limonada, como na vitória de hoje.

"É o futebol. Uma expulsão, da expulsão nasce o gol e o jogo muda. Esses jogadores são guerreiros. Temos comido alguns limões ultimamente, mas vamos fazer deles limonada, como hoje. Os jogadores do banco, com um dos nossos capitães, que foi o Felipe Melo, puxou, e o Rony dentro de campo também, que íamos ter uma [chance]. E quando acreditamos muito, atraímos muito o que pensamos. E pelo que foram os 90 minutos, teríamos que sair com a vitória porque falhamos muitos gols. Era um jogo para ficar resolvido na primeira parte", disse Abel após a vitória.

O Verdão não vencia há quatro jogos e o treinador português começou a ouvir as primeiras críticas desde que chegou ao Palmeiras. Em um grupo que tende a ser difícil na Libertadores, com Defensa y Justicia (ARG) e Independiente del Valle (EQU), a vitória foi importante para o clube brasileiro.

"O Indepediente del Valle tem uma identidade muito própria, não só de agora. O atual treinador que está no Inter, o Ramírez, teve anos no clube. A equipe tem, por si só, o gosto por ter a posse de bola. O português que está [como técnico] trouxe a verticalidade e atacar profundidade. É um jogo de Libertadores. A montanha que escalamos ano passado foi muito alta, tivemos pouco tempo para desfrutar da vista. Agora, começamos todos no mesmo patamar novamente. Há que dar parabéns aos Palmeiras, porque é o décimo jogo fora sem perder. Queremos prolongar o que fizemos até os 20 minutos da segunda etapa", disse Abel projetando o próximo duelo do clube na competição.

O Palmeiras volta a campo nesta sexta-feira (23), às 20h, para enfrentar o Guarani, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, em duelo válido pela sétima rodada do estadual. Pela Libertadores, a equipe enfrenta o Independiente del Valle na próxima terça (27), em casa.

Palmeiras