PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Incêndio na Arena Castelão não compromete estreia do Ceará na Sul-Americana

Curto-circuito em ar condicionado seria provável causa do incêndio - Reprodução/Twitter
Curto-circuito em ar condicionado seria provável causa do incêndio Imagem: Reprodução/Twitter

Bruno Fernandes e Josué Seixas

Colaboração para o UOL, em Maceió

20/04/2021 12h04

Um incêndio atingiu um dos vestiários da Arena Castelão nesta terça-feira (20). O fogo, registrado um dia antes da estreia do Ceará na Copa Sul-Americana, não tomou grandes proporções e não houve registro de feridos até o momento, segundo informações do Corpo de Bombeiros do Ceará. O governo do Estado, responsável pelo estádio, afirma que o incêndio não compromete a estreia do Vozão na Sul-Americana contra o Jorge Wilstermann-BOL.

Segundo os Bombeiros, um curto-circuito em um aparelho de ar-condicionado causou as chamas que se espalharam por todo o cômodo. Ao UOL Esporte, a assessoria da corporação informou que foi feita uma ventilação no local para que o ambiente ficasse mais frio e pudesse dissipar a fumaça.

De acordo com a Secretaria do Esporte do Estado do Ceará, o curto-circuito aconteceu no momento em que a empresa contratada para manutenção do sistema de ar condicionado realizava trabalhos rotineiros. Ainda segundo o órgão, a equipe de brigadistas da Arena Castelão conseguiu debelar o fogo até a chegada do Corpo de Bombeiros. Confira a nota na íntegra ao final do texto.

O Ceará também foi procurado, mas não respondeu os questionamentos da reportagem até o fechamento desta reportagem. Segundo o governo cearense, a estreia do time na Sul-Americana não foi comprometida. O jogo contra o Jorge Wilstermann-BOL está previsto para as 19h15, pelo Grupo C da competição. O confronto de amanhã marca o retorno do Vovô ao torneio internacional após 10 anos.

Incêndio em janeiro

Essa não é a primeira vez que o local é atingido por um incêndio. Em janeiro deste ano, também sem serviço de manutenção, uma das cabines do estádio que está entre os 60 maiores do mundo foi tomada por chamas e gerou uma extensa área queimada. Na ocasião, os bombeiros conseguiram controlar o fogo, mas as estruturas seguem danificadas.

Depoimentos de pessoas que estavam no local apontam de que o sistema de combate a incêndios do estádio não teria funcionado. A reportagem do UOL questionou a secretária do Esporte do Estado do Ceará, Mona Lisa Mazza sobre a falta de licitação para contratação de uma empresa terceirizada que deve realizar a manutenção da estrutura, mas ela não respondeu ao questionamento.

Há mais de um ano, o Castelão não conta com uma empresa para serviço de manutenção preventiva. O contrato com Normatel Engenharia, no valor de R$ 1,79 milhão, foi concluído em março de 2020 e ainda não foi realizada uma nova licitação. Desde então, os serviços são realizados por uma equipe de operação do próprio equipamento, com intervenção técnica da SOP (Superintendência de Obras Públicas).

Confira a nota da Secretaria do Esporte e Juventude

A Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv) esclarece que, na manhã desta terça-feira (20), ocorreu um princípio de incêndio no setor de aquecimento dos jogadores. A provável causa foi curto-circuito em aparelho de ar condicionado no momento em que a equipe da empresa contratada para manutenção do sistema de ar condicionado da Arena realizava trabalhos rotineiros. A equipe de brigadistas da Arena Castelão realizou de imediato os primeiros procedimentos com extintor, que debelou o princípio de incêndio. O Corpo de Bombeiros foi acionado de imediato por questões de segurança. A Sejuv ressalta que o ocorrido não compromete os jogos previstos para a praça esportiva.

Futebol