PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pogba critica gestão de Mourinho: 'Vai contra os próprios jogadores'

Pogba e José Mourinho são desafetos desde o fim da passagem do técnico pelo Manchester United, em 2018 - Reuters/Andrew Couldridge
Pogba e José Mourinho são desafetos desde o fim da passagem do técnico pelo Manchester United, em 2018 Imagem: Reuters/Andrew Couldridge

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/04/2021 11h09

Classificação e Jogos

Desafeto de José Mourinho desde a passagem do técnico pelo Manchester United, que se encerrou em 2018, o meio-campista Pogba voltou a criticar o treinador português após reencontrá-lo, na vitória do Manchester United sobre o Tottenham por 3 a 1, no último domingo (11), pelo Campeonato Inglês.

O jogador francês afirmou que, diferentemente de Mourinho, seu atual treinador, Solskjaer, não iria contra os próprios jogadores. Pogba foi além, e disse que o técnico português trata alguns jogadores como se não existissem.

"O que eu tenho agora com Solskjaer é diferente, ele não iria contra os jogadores. Ele não iria contra os jogadores. Talvez Solskjaer não os escolha [para o jogo], mas não é como se ele os colocasse de lado como se eles não existissem mais. Essa é a diferença entre Mourinho e Ole [Gunnar Solskjaer]", disse o meio-campista francês em entrevista à Sky Sports.

'Eu tive um ótimo relacionamento com Mourinho por um tempo, todo mundo viu isso, e no dia seguinte você não sabe o que aconteceu. Isso é o que eu acho estranho no que tive com Mourinho e não posso explicar para você porque nem mesmo eu sei', completou.

Entenda a situação

A polêmica com Mourinho voltou a ganhar força após a vitória do Manchester United sobre o Tottenham por 3 a 1, de virada no último domingo (11). No jogo, Cavani chegou a abrir o placar para os Red Devils, mas o árbitro anulou a jogada depois de consultar o VAR e ver que McTominay tocou o rosto de Son Heung-min.

O técnico Solskjaer, do United, criticou a reação de Son, dizendo que o árbitro havia sido 'enganado'. O norueguês disse que, se seu próprio filho tivesse caído com a mesma facilidade 'e precisasse de 10 de seus companheiros para ajudá-lo a se levantar, ele não conseguiria comida'.

Mourinho, treinador do Tottenham não gostou da declaração e respondeu: "Eu só quero dizer que Son tem muita sorte que seu pai seja uma pessoa melhor do que Solskjaer, porque eu acho que um pai - eu sou um pai - tem que alimentar seus filhos, não importa o que eles façam".

Futebol