PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com ou sem vaga, desgastado Grêmio já tem nova maratona garantida para 2021

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

14/04/2021 04h00

Classificação e Jogos

Classificado à fase de grupos da Copa Libertadores ou não, dependendo do duelo com o Independiente Del Valle-EQU, hoje (14), o Grêmio vai viver uma maratona de jogos em 2021. O acúmulo de partidas tem sido uma praxe para os clubes brasileiros, em virtude da pandemia e paralisação do futebol no ano passado. Mas para o time de Renato Gaúcho, a corrida com duelos em intervalo curto é ainda mais pesada. O Tricolor gaúcho é o segundo time do país que mais atuou, na soma dos anos de 2019, 2020 e início de 2021.

Grêmio e Del Valle-EQU jogam nesta noite em Porto Alegre, às 19h15 (horário de Brasília). O time de Renato precisa vencer para entrar no Grupo A, ao lado de Palmeiras, Defensa y Justicia-ARG e Universitario-PER. Se for eliminado, o clube gaúcho jogará a Copa Sul-Americana.

A estreia gremista, tanto na fase de grupos da Libertadores como na Sul-Americana acontece já na próxima semana. Ou seja, sem folga. E para o Grêmio, jogar muito (em quantidade mesmo) tem sido rotina.

O Bahia é o líder do ranking de clubes que mais jogaram nas últimas temporadas no Brasil. Os 159 jogos do clube de Salvador incluem a Copa do Nordeste, torneio regional que não tem algo semelhante no calendário do Grêmio.

Por isto, as 157 partidas gremistas entre 2019 e agora significam tanto.

O Flamengo fez 152 jogos no período, enquanto o Palmeiras atuou 151 vezes. Internacional e Ceará, com 150 compromissos para cada clube, completam o topo da lista. A relação na íntegra foi apresentada no blog do Rodolfo Rodrigues.

A maratona de jogos é a esteira para o discurso de Renato Portaluppi, que pediu reforços de peso para a nova temporada. O Grêmio tem tentado nomes de impacto, já fechou com Rafinha (ex-Olympiacos e Flamengo) e Thiago Santos (ex-Palmeiras) e planeja assinar com pelo menos mais quatro novos jogadores.

Eliminar o Del Valle e garantir acesso à fase de grupos da Copa Libertadores ajuda, também, nesta área. Douglas Costa, revelado pelo Grêmio, tem conversa avançada para voltar ao clube. Com a classificação, o retorno pula de status. Passa de "possível" para um "muito provável".

O desafio contra o time equatoriano é encarar um mata-mata tão grande em meio aos problemas. Uns ocasionados justamente pelas temporadas longas, outros pelas circunstâncias.

Nos últimos 15 dias, o Grêmio teve 11 casos diagnosticados de Covid-19 no elenco — somando Renato e o preparador físico Reverson Pimentel. Na semana passada, fez somente um treino.

E especificamente para o duelo de hoje, o time pode ter a volta de até quatro jogadores sem ritmo de jogo ideal. Kannemann, Maicon, Jean Pyerre e Pepê. A tendência é que apenas o zagueiro e o volante comecem a partida.

De toda forma, a maratona vai continuar no Grêmio. Resta saber em qual competição.

Futebol