PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Palmeiras e Flamengo terão calendário atribulado pelo 3º ano seguido

Gerson, do Flamengo, disputa a bola com Zé Rafael, do Palmeiras, em jogo no primeiro turno do Brasileiro de 2020 - Cesar Greco / Palmeiras
Gerson, do Flamengo, disputa a bola com Zé Rafael, do Palmeiras, em jogo no primeiro turno do Brasileiro de 2020 Imagem: Cesar Greco / Palmeiras
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

09/04/2021 04h00

Finalistas da Supercopa do Brasil, Flamengo e Palmeiras decidirão o torneio no próximo domingo, às 11h. Para o time Paulista, a final será disputada entre os jogos de outra decisão, a Recopa Sul-Americana. Em 2020, o Flamengo, campeão da Libertadores e Brasileiro de 2019 passou por situação semelhante.

Maiores campeões do futebol brasileiro e sul-americano nos últimos dois anos, Flamengo e Palmeiras vêm sofrendo com o calendário apertado por conta do alto número de jogos. E 2021, que teve 45 dias praticamente comprometidos com o fim da temporada 2020, deverá ser ainda pior para eles. E isso que teremos ainda Copa América e Eliminatórias Sul-Americanas paralelamente pela frente.

Na temporada 2020, o Palmeiras, finalista do Paulistão, da Libertadores e da Copa do Brasil, disputou o número máximo de partidas que poderia, contando ainda com sua participação no Mundial de Clubes. Foram 77 jogos, sendo grande parte deles após a parada do futebol por causa da pandemia.

Caso repita o desempenho da temporada anterior, o Palmeiras poderá fechar 2021 com mais jogos ainda: 82 no total. Seriam 38 do Brasileirão, 16 do Paulistão, 13 da Libertadores, 10 da Copa do Brasil, 2 da Recopa Sul-Americana, 1 da Supercopa do Brasil e 2 do Mundial de Clubes. No mínimo, o time paulista disputará 61 jogos.

Já o Flamengo, além dos 38 do Brasileirão, e os possíveis 10 da Copa do Brasil, 13 da Libertadores, 15 do Carioca, 1 da Supercopa do Brasil e 2 do Mundial de Clubes, totalizando 78 jogos.

Nos últimos 3 anos, Palmeiras e Flamengo figuraram entre os clubes com mais jogos na temporada entre aqueles da Série A do Brasileiro em 2019, 2020 e 2021. Somando esses três anos, o Bahia é o time que mais entrou em campo (159 jogos), muito por conta da disputa da Copa do Nordeste — foram 27 jogos nesse período.

No 2º lugar aparece o Grêmio, com 157 jogos. Campeão gaúcho nos últimos 3 anos, o tricolor fez ainda boas campanhas na Libertadores e na Copa do Brasil. Na 3ª posição, está o Flamengo com 152 jogos, seguido por Palmeiras, Internacional e Ceará com 150 jogos cada.

Clubes com mais jogos disputados nas últimas 3 temporadas (2019/20/21):
159 - Bahia
157 - Grêmio
152 - Flamengo
150 - Ceará
150 - Internacional
150 - Palmeiras
143 - Fortaleza
140 - Athleltico-PR
140 - Atlético-MG
139 - Corinthians
139 - Fluminense
137 - Santos
129 - São Paulo

Se compararmos com o São Paulo, que não chegou à final de nenhuma competição nesses últimos três anos, o Palmeiras já disputou 21 jogos a mais (e terá dois a mais com as finais da Recopa e da Supercopa) até a próxima quarta. É praticamente o mesmo número de jogos que o alviverde já disputou só em 2021 (23).

Jogos disputados pelos clubes em 2021 (temporadas 2020 e 2021):
27 - Bahia
24 - Grêmio
24 - Palmeiras
21 - Fortaleza
21 - Santos
20 - Flamengo
20 - Internacional
19 - Atlético - MG
19 - Ceará
19 - Fluminense
18 - Corinthians
15 - São Paulo
13 - Athletico-PR

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL