PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio foi barrado ao sair de hotel; Conmebol se irrita com equatorianos

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek e Marcel Rizzo

Do UOL, em Porto Alegre e em Fortaleza

06/04/2021 21h40

Classificação e Jogos

A delegação do Grêmio não conseguiu deixar hotel em Quito, hoje (6), para realizar último treino antes do jogo contra o Independiente Del Valle, pela fase preliminar da Copa Libertadores. Jogadores, comissão técnica e estafe foram mantidos no local por autoridades sanitárias do Equador. A Conmebol foi informada e decidiu suspender o jogo, remarcando o duelo para o Paraguai. Nos bastidores, há insatisfação com a postura dos equatorianos.

Segundo apurou o UOL Esporte, a Conmebol cobrou autoridades do Equador com relação ao protocolo assinado por 10 países em 2020. O documento deixa claro que, em cenário com casos positivos para covid-19 já em território estrangeiro, os jogos acontecem a partir do isolamento dos pacientes.

O Grêmio tinha treino previsto para o CT da LDU. A delegação se preparou para deixar o hotel e realizar o treinamento às 18h30 (horário de Brasília), mas ao tentar deixar as dependências do local foi impedida por policiais e fiscais sanitários.

As autoridades locais realizaram testes no elenco gremista na segunda-feira (5). Foi nesta bateria de exames que dois jogadores, Paulo Victor e Vanderson, testaram positivo para covid-19. Os resultados foram entregues ao Grêmio pela manhã e o clube comunicou à Conmebol. Com os resultados, o governo equatoriano não liberou a saída dos brasileiros.

"Nós fomos deixar o hotel e acabamos barrados. Prontamente, comunicados à Conmebol cobrando isonomia. O regulamento da Libertadores foi descumprido e o adversário teria vantagem por treinar", disse Carlos Amodeo, CEO do Grêmio.

Os dirigentes da Conmebol foram comunicados pelo Grêmio e entraram em contato com as autoridades em Quito. O governo local afirmou que não daria permissão para realização do jogo, não só do treinamento gremista. Com isto, a entidade resolveu suspender o jogo.

Agora, Del Valle e Grêmio jogarão na sexta-feira (9), no estádio Defensores Del Chaco. A delegação gremista deixará Quito no início desta quarta, em voo fretado. Um treino em Assunção deverá ocorrer na quarta-feira à tarde.

Futebol