PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fred desabafa após ataques racistas: "Não podemos aceitar isso"

Fred, volante do Manchester United, ajoelhado em protesto Vidas Negras Importam - Peter Powell/PA Images via Getty Images
Fred, volante do Manchester United, ajoelhado em protesto Vidas Negras Importam Imagem: Peter Powell/PA Images via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

22/03/2021 23h49

Alvo de ataques racistas nas redes sociais, o meia brasileiro Fred, do Manchester United, se manifestou hoje (22) em sua conta oficial no Twitter e, em inglês, disse que não se pode aceitar o racismo e que é preciso "lutar sempre".

"Comentários nas redes sociais cheios de ódio e, acima de tudo, racismo: não podemos alimentar essa cultura. Não podemos aceitar isso. Temos que lutar sempre. Somos maiores e melhores do que isso. Basta!", escreveu Fred.

O brasileiro foi alvo de ofensas racistas ontem (21), após derrota do seu time na Copa da Inglaterra. Com uso de um emoji, um dos racistas escreveu "joga como um macaco".

No mês passado, outro jogador brasileiro foi ofendido por torcedores, desta vez do Arsenal. O meia brasileiro Willian denunciou as ofensas em sua conta no Instagram. Ao menos três perfis atacaram o brasileiro e o chamaram de macaco.

Em uma das mensagens, Willian desabafa e diz que "algo precisa mudar! A luta contra o racismo continua". A resposta do brasileiro foi feita ao comentário "volte para a selva, maldito macaco".

Por que a fala é racista?

São consideradas racistas manifestações, declarações ou comentários que atribuam aspectos raciais apenas a indivíduos negros. Isso pressupõe que pessoas brancas são a norma e todos que sejam diferentes devem ter suas características especificadas. Foi o que ocorreu quando os perfis atacaram o brasileiro e se referiram ao jogador como "macaco".

Futebol