PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com gol aos 48 minutos, Ceará vence o Botafogo no adeus de Fernando Prass

Do UOL, em São Paulo

25/02/2021 23h25

Com um gol aos 48 minutos, o Ceará venceu o Botafogo por 2 a 1, na noite de hoje (25), na Arena Castelão, pela rodada de encerramento do Brasileirão. A partida marcou a aposentadoria do goleiro Fernando Prass e a confirmação do time de Guto Ferreira na próxima edição da Copa Sul-Americana. O gol da vitória foi anotado por Saulo Mineiro.

O Botafogo, por sua vez, já vive a realidade da Série B devido ao rebaixamento sofrido com quatro rodadas de antecedência. Recém-contratado, o técnico Marcelo Chamusca, das tribunas, acompanhou a partida e já traça os objetivos para a nova temporada.

Com o resultado, o Ceará terminou o campeonato na 11ª posição, com 52 pontos. Já o Botafogo encerrou na lanterna do torneio, na 20ª colocação, com apenas 27 pontos conquistados.

Homenagem antes de a bola rolar

O goleiro Fernando Prass, que se despediu do futebol na noite de hoje (25), recebeu uma homenagem antes de o jogo começar. Das mãos do presidente do Ceará, Robinson de Castro, o atleta de 42 anos recebeu uma placa comemorativa em agradecimento aos serviços prestados no clube, além de uma camisa especial em alusão ao título invicto da Copa do Nordeste de 2020.

Início animador para o Fogão

Os primeiros 15 minutos de jogo deram esperança aos torcedores do Botafogo ao observar a qualidade da molecada, que será o pilar da reconstrução do time na próxima temporada. Com jogadas trabalhadas entre Hugo, Matheus Babi e Kevin, o Fogão começou melhor e chegou a assustar a equipe de Guto Ferreira.

Vai na bola parada mesmo

Mas aí veio o castigo... Aoss 16 minutos, após cobrança de escanteio de Vina, o Ceará abriu o placar. Charles desviou de cabeça e a bola sobrou para Pedro Naressi, na grande área, mandar para o fundo das redes do goleiro Diego Loureiro.

Lance bonito

Depois do gol, o Ceará melhorou na partida e arriscou até mesmo em recursos bonitos. Aos 24 minutos, Lima aplicou um lindo chapéu em David Sousa. A jogada, porém, acabou interceptada pelo zagueiro do Botafogo.

Pênalti após consulta do VAR

Nos minutos iniciais do segundo tempo, o árbitro Raphael Claus foi avisado sobre um toque de mão dentro da área do Ceará. Após consulta ao recurso eletrônico de vídeo, ele certificou a infração de Klaus e marcou pênalti a favor do Botafogo. Na cobrança, Matheus Babi bateu com segurança e deixou tudo igual na Arena Castelão.

Que vacilo, Klaus!

O zagueiro do Ceará, Klaus, que já havia sido advertido por ter cometido o pênalti, acabou expulso aos 36 minutos. O defensor cometeu uma falta dura em Matheus Nascimento, recebeu o segundo cartão amarelo e foi para o vestiário mais cedo.

Sem Prass em campo

Com a expulsão de Klaus, o técnico Guto Ferreira gastou todas as substituições para tentar reorganizar a equipe e não pôde promover a entrada de Fernando Prass em campo. O contrato dele com o Ceará se encerra no fim deste mês e, por isso, aproveitou para anunciar a aposentadoria.

No apagar das luzes

Quando a partida se encaminhava para o fim, Saulo Mineiro apareceu. Aos 48 minutos, ele fez o gol que concedeu a vitória ao Ceará.

FICHA TÉCNICA:

CEARÁ 2 x 1 BOTAFOGO
Competição:
Campeonato Brasileiro, 38ª rodada
Data: 25 de fevereiro de 2021, quinta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa/SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
VAR: Marcio Henrique de Gois (SP)
Cartões amarelos: Gabriel Lacerda, Klaus, Pedro Naressi (CEA)
Cartão vermelho: Klaus (CEA)
Gols: Pedro Naressi, aos 16 minutos do primeiro tempo (CEA); Matheus Babi, aos 11 minutos do segundo tempo (BOT) e Saulo Mineiros, aos 48 minutos do segundo tempo (CEA)

CEARÁ: Richard, Eduardo, Klaus e Gabriel Lacerda, Kelvyn; Charles, Pedro Naressi (William Oliveira, aos 38'/2T), Vina (Alan, aos 37'/2T); Léo Chú (Wescley, aos 14'/2T), Lima (Rick, aos 27'/2T) e Felipe Vizeu (Saulo Mineiro, aos 14'/2T). Técnico: Guto Ferreira

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Kevin, Sousa, Marcelo Benevenuto e Hugo; Luiz Otávio (Lecaros, aos 45'/2T), Kayque (Wendel, aos 30'/2T) e Cesinha (Matheus Nascimento, intervalo); Warley (Davi Araújo, aos 37'/2T), Matheus Babi (Navarro, aos 30'/2T) e Ênio. Técnico: Lucio Flávio (interino)

Futebol