PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Entidades do futebol argentino discutem volta do público aos estádios

Dirigentes do futebol argentino se reuniram em Buenos Aires - Reprodução
Dirigentes do futebol argentino se reuniram em Buenos Aires Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

24/02/2021 23h06

Dirigentes de clubes da Argentina se reuniram hoje (24) com representantes do governo do país, do futebol Sul-Americano e da AFA (Associação do Futebol Argentino) para discutir a volta das torcidas para os estádios. A expectativa é de que o público possa comparecer aos jogos na Copa América, em junho.

"A ideia é jogar a Copa América com público", disse Gonzalo Belloso, Subsecretário de Futebol e Diretor de Desenvolvimento da Conmebo, segundo o Clarín. "Estamos considerando algumas alternativas, como a venda de ingressos para pessoas que apresentam o exame PCR negativo, ou vacinadas", afirmou.

"A decisão tem que ser tomada com certeza. Não podemos dizer nada agora. Se as pessoas voltam e estão infectadas, damos um passo para trás. É preciso cautela", ponterou o presidente do Argentinos Juniors e vice-presidente da Liga de Futebol Profisional (LPF) após a reunião da cúpula.

"Os bingos e cassinos estão abertos e funcionam em ambientes fechados. O futebol é um esporte ao ar livre, e tomando alguns cuidados, pode-se implementar um retorno gradual. Mas essa é uma decisão que as organizações de saúde devem tomar", ponderou Rodolfo D'Onofrio, presidente do River Plate.

"Para a economia dos clubes é muito importante. Os membros pagam as taxas e ingressos de temporada para assistiram aos jogos, em algum momento, é preciso encontrar um caminho. É possível que a AFA e os clubes acreditam que é possível começar a implementar, com um percentual mínimo da capacidade e os devidos cuidados", finalizou.

As autoridades sanitárias vão bater o martelo sobre a situação. Na próxima semana, o ministro do Turismo e Esportes, Matías Lammens, se reunirá com Carla Vizzotti, responsável pela saúde, para debater a situação. No úlimo fim de semana, o Turismo Carretera, mais importante categoria do automobilismo argentino, ocorreu com 2,7 mil pessoas nas arquibancadas.

Futebol