PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Para Palmeiras, clássico é chance de resposta a críticas após Mundial

Abel Ferreira durante treino do Palmeiras, na Academia de Futebol - Cesar Greco
Abel Ferreira durante treino do Palmeiras, na Academia de Futebol Imagem: Cesar Greco

Thiago Ferri

Do UOL, em São Paulo

19/02/2021 04h00

O Palmeiras visita hoje (19) o São Paulo, às 21h30, no Morumbi, em jogo atrasado pela 34ª rodada do Brasileirão, que vale mais do que apenas cumprir tabela ao atual campeão da Copa Libertadores e finalista da Copa do Brasil.

Esta pode ser a última apresentação com a equipe praticamente titular antes das decisões com o Grêmio (em 28 de fevereiro e 7 de março), além da chance de responder às críticas quanto ao desempenho recente do Verdão.

Apesar da conquista da América há três semanas, o time de Abel Ferreira tem sido contestado por jogos ruins, especialmente no Mundial de Clubes. Depois do quarto lugar no Qatar, o Verdão fez dois jogos pelo Brasileirão, escalando muitos reservas: venceu bem o Fortaleza por 3 a 0 e perdeu para o já rebaixado Coritiba, na última quarta-feira (17), por 1 a 0.

Pelo pouco tempo de descanso entre o duelo com o Coxa e o Choque-Rei desta noite, no Morumbi, Abel deve escalar uma equipe mais próxima da ideal. Com a rodagem maior dos 11 iniciais, há a expectativa de uma atuação melhor, já que o time principal apresentou uma queda de rendimento pela maratona de jogos entre Brasileiro, Libertadores e Mundial.

O setor mais desfalcado contra o São Paulo deve ser o meio-campo, pois Danilo foi titular contra o Coritiba, Gabriel Menino está se recuperando de entorse no tornozelo direito e Zé Rafael também está sob cuidados do Núcleo de Saúde e Performance. Na manhã de hoje, horas antes do Choque-Rei, o técnico português vai comandar a última atividade antes do clássico.

Na sexta colocação do Brasileiro, garantido na fase de grupos da próxima Libertadores e fora da disputa do título, o Verdão usa o campeonato nacional como parte dos preparativos para a final da Copa do Brasil.

Jogadores como Luan, Gustavo Gómez, Viña e Luiz Adriano estão entre aqueles com controle de minutos para não apresentarem desgaste elevado nem chegarem à decisão fora de ritmo. Após o São Paulo, o Verdão jogará na segunda-feira (22) contra o Atlético-GO e encerra a campanha no Brasileiro contra o Atlético-MG, na quinta (25).

"Todos sabem, são muitos jogos, mas o elenco do Palmeiras está respondendo da melhor maneira. Temos de seguir, agora é um jogo difícil, um clássico. Nosso elenco está preparado para fazer um grande jogo. O professor sempre fala que temos de ganhar todos os jogos. Vamos tratar de fazer nosso melhor para tratar de conseguir um resultado positivo", disse Gustavo Gómez.

Wesley, recuperado de uma cirurgia no joelho esquerdo, treinou sem limitações ontem (18) e está liberado para voltar a atuar. Ele também espera ganhar minutos nesta reta final de Brasileiro antes do jogo contra o Grêmio. Gabriel Veron tem mostrado evolução, mas ainda está na transição entre a parte física e técnica. Ele segue sem condições de jogo.

Além dos preparativos para a final, um bom resultado no Morumbi vai significar, também, a saída definitiva do São Paulo da briga pelo título brasileiro. O rival tricolor hoje tem apenas 1% de chances de ser campeão e a única possibilidade de chegar no fim de semana ainda como candidato é vencendo o Palmeiras. Qualquer outro resultado deixará a disputa restrita a Flamengo e Internacional.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO x PALMEIRAS
Local:
Estádio Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 19 de fevereiro de 2021, sexta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi e José Eduardo Calza (ambos do RS)
VAR: Daniel Nobre Lins (RS)
Assistentes do VAR: Marielson Alves Silva (BA) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Tchê Tchê e Igor Gomes; Luciano e Pablo (Gonzalo Carneiro). Técnico: Marcos Vizolli (interino)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Felipe Melo, Patrick de Paula e Raphael Veiga; Rony, Breno Lopes e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira

Palmeiras