PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro encerra o calendário 2020 com incertezas para a nova temporada

Sem técnico, Cruzeiro será comandando contra o Paraná pelo auxiliar Célio Lúcio, que faz parte da comissão fixa do clube - Bruno Haddad/Cruzeiro
Sem técnico, Cruzeiro será comandando contra o Paraná pelo auxiliar Célio Lúcio, que faz parte da comissão fixa do clube Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

29/01/2021 04h00

A edição 2020 da Série B do Campeonato Brasileiro chega ao fim para o Cruzeiro hoje (29), às 21h30, no jogo de encerramento do torneio diante do já rebaixado Paraná, na Vila Capanema. O martírio de disputar a segunda divisão do Nacional, no entanto, seguirá na nova temporada que está próxima de começar, uma vez que a Raposa não conseguiu o acesso para retornar à elite da competição.

Já sem contar com o treinador Luiz Felipe Scolari, que pediu para deixar o comando técnico pelas faltas de garantias de trabalho por parte da diretoria, o interino Célio Lúcio, ex-jogador do Cruzeiro e membro da comissão técnica fixa, dirigirá a Raposa neste último compromisso.

"Encaro como se fosse uma final de Copa do Mundo. Representar o Cruzeiro, com tantos títulos, tantas glórias, não deixa de ser uma grande oportunidade. Como já conheço o clube desde os 13 anos, não será diferente para mim. Estamos com problemas, algumas situações, mas a gente tem que fazer o melhor e conseguir o resultado positivo (...) Um ano de muito aprendizado, ano muito difícil. Estou aqui desde os 13 anos e, para mim, foi o mais difícil. O desgaste foi muito grande", disse Célio Lúcio.

Não bastasse o fato de estar sem o treinador principal há quatro dias — Felipão entregou o cargo na última segunda-feira (25) —, o planejamento para 2021 passa pela escolha do novo comandante. Assunto que o presidente Sérgio Santos Rodrigues e o diretor de futebol André Mazzuco tocam na tentativa de acelerar a chegada desse profissional. O nome preferido é o de Felipe Conceição, atualmente no Guarani e com contrato até o fim do ano. Entretanto, a contratação não é fácil.

Além disso, uma limpa já acontece no elenco com a saída de atletas que estão com contratos no fim e de outros que não se encaixam no perfil financeiro para 2021. Dois desses são o atacante Sassá, emprestado ao Marítimo, de Portugal, e o volante Filipe Machado, com contrato praticamente finalizado, não joga contra o Paraná e já se despede do clube.

Em crise financeira e sem dinheiro, o Cruzeiro precisa quitar salários atrasados com o elenco. A dívida, segundo apurou o UOL Esporte, gira em torno de R$ 10 milhões. Para pagar essa pendência e ficar com algum "respiro no caixa", o clube tenta vender o imóvel da Campestre 2 — um clube social desativado —, localizado na região da Pampulha, está perto de concretizar a venda do volante Jadsom Silva para o Red Bull Bragantino (algo em torno de R$ 5,4 milhões) e procura propostas concretas pelo lateral direito colombiano Orejuela (por algo perto de R$ 22 milhões).

Fora de Belo Horizonte, o presidente Sérgio Santos Rodrigues está em São Paulo. Por lá, encontrou com o ex-atacante Ronaldo Fenômeno, que foi revelado pelo Cruzeiro, e oficialmente trabalha no planejamento do clube para 2021.

FICHA TÉCNICA

PARANÁ X CRUZEIRO

Motivo: 38ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B
Local: Estádio Durival Britto, em Curitiba (PR)
Data e horário: 29 de janeiro de 2021, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins e Lucio Beiersdorf Flor (ambos do RS)

PARANÁ: Renan; Paulo Henrique, Rafael Lima, Philipe Maia (Hurtado) e Jean Victor; Karl, Higor Meritão e Thiago Alves (Guilherme Biteco); Andrew (Juninho), Bruno Lopes e Gabriel Pires. Técnico: Márcio Coelho

CRUZEIRO: Vitor Eudes (Lucas França); Raúl Cáceres, Adriano, Paulo e Matheus Pereira; Jadson, Rafael Luiz e Giovanni; Welinton, William Pottker e Rafael Sobis. Técnico: Célio Lúcio (interino)

Cruzeiro