PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

STJD ouve arbitragem de Flamengo x Bahia sobre denúncia de injúria racial

Gerson, do Flamengo, disputa bola com Ramírez, do Bahia, em partida do Brasileirão - Alexandre Vidal/Flamengo
Gerson, do Flamengo, disputa bola com Ramírez, do Bahia, em partida do Brasileirão Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

25/01/2021 17h48

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ouviu, hoje (25), o trio de arbitragem da partida entre Flamengo e Bahia, válida pelo Campeonato Brasileiro, para investigação quanto à acusação de injúria racial feita pelo volante Gerson, do Rubro-Negro, contra Ramírez, do Tricolor baiano.

O jogo aconteceu no dia 20 de dezembro do ano passado e, na ocasião, Gerson afirmou que Ramírez lhe disse "cala a boca, negro" em uma discussão logo no início do segundo tempo.

Além do árbitro Flavio Rodrigues de Souza e dos assistentes Marcelo Carvalho Van Gasse e Danilo Ricardo Simon Manis, também prestou depoimento Marcelo Carlos Nascimento Viana, delgado da partida.

Gerson, Natan e Bruno Henrique, jogadores do Fla, serão ouvidos presencialmente na sede do STJD, no próximo dia 3. No mesmo dia, o técnico Mano Menezes, à época à frente do Bahia, e Ramirez vão depor de forma virtual.

Segundo nota divulgada pelo STJD, o Rubro-Negro "solicitou a suspensão do inquérito destacando que o caso segue sendo investigado na justiça comum e que o STJD do Futebol deveria aguardar a conclusão na esfera criminal para dar seguimento na esfera desportiva", mas o pedido foi negado.

Ainda de acordo com o divulgado, "por determinação do auditor Maurício Neves Fonseca o inquérito seguirá em sigilo e somente após a conclusão serão divulgadas informações".

Flamengo