PUBLICIDADE
Topo

Manchester United

Uruguai: Frase que rendeu punição a Cavani por racismo vira rótulo de vinho

Vinho uruguaio ganhou rótulo com frase de Cavani - Reprodução
Vinho uruguaio ganhou rótulo com frase de Cavani Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

14/01/2021 18h51

A expressão utilizada por Edinson Cavani, do Manchester United, considerada racista pela Federação Inglesa de Futebol (FA), que rendeu ao uruguaio suspensão de três jogos e multa está rendendo uma grande discussão no país de origem do jogador.

Nesta semana, a distribuidora de vinhos Macanuda estampou nas garrafas a frase escrita por Cavani no Instagram, "Gracias Negrito". A gerente da empresa concedeu entrevista ao jornal "Ovación Digital". "Mexeram com um uruguaio, mexeram com todos nós", disse Silvana Rosas.

Quando a empresária ficou sabendo da punição, criou uma montagem com os rótulos em uma rede social. A loja recebeu uma avalanche de pedidos e resolveu colocar os rótulos à venda.

"A reação foi uma loucura. As pessoas entenderam que foi com amor. E o preço é representativo, não tem muita rentabilidade". O vinho, do carro-chefe uruguaio tannat, custa 340 pesos (garrafa), algo em torno de R$ 42.

De acordo com a publicação, a criação do vinho é apenas uma entre as diversas manifestações de apoio do povo uruguaio ao jogador que atua na Europa. O Sindicato dos jogadores de futebol do país, além da Federação Uruguaia (AUF) e da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) já demonstraram apoio a Cavani, sob a justificativa de que o termo não é perojativo na região.

Em um manifesto, a Academia de Letras do Uruguai afirmou que as palavras "negro" e "negra", assim como seus diminuitivos, podem ser usadas de maneira amigável, razão pela qual alguns uruguaios entendem que a sanção é um sinal de ignorancia - um "atentado contra a cultura do país sul-americano", segundo escreve o 'Olvación'. Alguns membros dos movimentos negros do país defendem a revisão do uso desses termos na linguagem.

Esse é o caso e Mathias Acuña, jogador uruguaio e negro que considera a punição injusta, mas lembra que o racismo que existe no país não pode ser escondido. "Há momentos que a palavra 'negrito' é usada com carinho, como um elogio. Depende de quem o recebe", esclarece. "É uma pena que [a punição] seja justamente com ele, que disse com carinho", completou.

Recentemente, a FA publicou as conclusões sobre o caso. A Comissão julgadora afirmou ter entendido que o jogador escreveu uma mensagem afetuosa a um amigo, e que não tinha intenção de ser ofensivo, no entanto, isso não foi suficiente para que ele não fosse punido.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado, Edinson Cavani é jogador do Manchester United, e não do Manchester City. O erro foi corrigido.

Manchester United