PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Goleiro Rodolfo, do Flu, tem pena por doping reduzida e pode voltar a jogar

Goleiro Rodolfo será titular do Fluminense no jogo contra o Santos - Lucas Merçon/Fluminense
Goleiro Rodolfo será titular do Fluminense no jogo contra o Santos Imagem: Lucas Merçon/Fluminense

Alexandre Araújo e Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

13/01/2021 12h31

O goleiro Rodolfo, do Fluminense, está liberado para voltar a jogar futebol. O atleta, que está afastado dos gramados desde maio de 2019 por ter sido pego em um exame antidoping, teve a pena reduzida pelo Tribunal Disciplinar da Conmebol para um ano, sete meses e 20 dias e, desta forma, já pode atuar novamente.

Rodolfo testou positivo após o duelo do Tricolor contra o Atlético Nacional, no Maracanã, pela Copa Sul-Americana de 2019, em partida realizada em 23 de maio daquele ano. Na ocasião, ele havia ficado no banco de reservas, como opção a Agenor. A informação sobre a redução da pena foi publicada, inicialmente, pelo "O Globo" e confirmada pelo UOL Esporte.

O vínculo do goleiro com o Fluminense, que vai até o fim deste ano, estava suspenso e, agora, depende de alguns detalhes burocráticos para ser reativado. Neste período, o clube prestou apoio jurídico ao atleta.

Inicialmente, Rodolfo havia sido punido com uma suspensão de três anos. Em maio do ano passado, porém, conseguiu reduzir a sanção para duas temporadas, além de não precisar pagar a multa de 20 mil dólares (algo em torno de R$ 107 mil, em cotação da época) por "não se adequar ao disposto no Código Mundial de Dopagem". Agora, em nova movimentação no processo, uma recente diminuição na pena o liberou.

Ele chegou às Laranjeiras em 2018 e, em janeiro do ano seguinte, o Fluminense assinou um vínculo de três temporadas, ao comprar 50% dos direitos — os outros 50% pertencem ao Oeste. Atualmente, no setor, o elenco tem à disposição Muriel, Marcos Felipe e João Lopes.

Fluminense