PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pochettino foge de tema Messi em apresentação no PSG e enaltece Neymar

Mauricio Pochettino elogiou os brasileiros Neymar e Marquinhos em sua primeira coletiva no PSG - Paris Saint-Germain Football/PSG via Getty Images
Mauricio Pochettino elogiou os brasileiros Neymar e Marquinhos em sua primeira coletiva no PSG Imagem: Paris Saint-Germain Football/PSG via Getty Images

João Henrique Marques

Colaboração para o UOL, em Santos

05/01/2021 11h53

A primeira entrevista coletiva do argentino Mauricio Pochettino como treinador do PSG nesta terça-feira (5) teve como tema principal a suposta intenção do clube na contratação de Lionel Messi. O nome do atacante do Barcelona foi citado em alguns momentos pelos jornalistas franceses, sempre com o técnico fugindo dos questionamentos.

"Faz pouco tempo que cheguei e estou 100% focado em adaptação. Essas questões (sobre Messi) não são as mais importantes. Nós teremos tempo para falar disso", destacou Pochettino.

O incômodo do argentino veio pela insistência no tema. Em determinado momento, Pochettino ouviu a pergunta se Messi seria seu presente de Natal pedido ao PSG.

"Meu presente de Natal já foi atendido: é o de estar aqui. Esse era um sonho que conquistei", voltou a se enfatizar o ex-treinador do Tottenham.

Conversa com Neymar

Na entrevista de apresentação desta terça, Pochettino enalteceu o brasileiro Neymar e avisou que pretende conversar com o camisa 10 para encontrar seu posicionamento ideal em campo.

"Ele é um jogador incrível, um dos melhores do mundo e é um grande prazer trabalhar com ele. Não gosto de falar de sistemas, mas vamos encontrar o melhor posicionamento para o Neymar. Com a bola ou sem a bola. Vamos escutar e sentir o que eles querem, não somente o Neymar como todos. Cada jogador tem sua forma de pensar e liderar", disse o novo comandante do PSG.

O treinador argentino também elogiou a presença do brasileiro Marquinhos no clube, assegurando que o zagueiro vai seguir como o capitão do PSG.

"Marquinhos é o capitão e não tenho dúvida que seguirá com o posto. Tem uma liderança inquestionável, assim como é claro que ele vai jogar", comentou.

Futebol